"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

Uma história de vários amores que atravessa gerações

A alternância dos segredos do passado com as revelações é o fio condutor de "O binóculo mágico".


Depois da estreia com Cartas com amor, o relato de uma relação amorosa entre duas mulheres, Helena de Macedo regressa com uma nova história de afetos e paixões. O binóculo mágico é a mais recente novidade da Coolbooks e já está disponível.

Com a escrita delicada que evidenciou no seu primeiro romance, a autora apresenta uma narrativa em que o amor prevalece para lá da morte e se apresenta sob várias formas: o proibido, o familiar e o que é partilhado em casal.

Em O binóculo mágico, os leitores conhecem o Conde, cuja grande paixão da sua vida, Amélia, lhe foi proibida pela diferença de estatuto social. Este homem de 97 anos vive numa grande propriedade de família convertida em parque comercial. É aí que trabalham Sara, funcionária de uma livraria, e Vicente, um jovem casal que ali se conhece e se apaixona e que capta o interesse do Conde, que volta a dar uso aos seus velhos binóculos de ópera para os observar e que com eles desenvolve uma relação de amizade.

O que o nonagenário e a jovem livreira não podiam prever é que entre os dois existisse um laço familiar que traz para o presente a velha e proibida paixão do Conde por Amélia.

Sobre o livro
O binóculo mágico
O Conde amava Amélia - um amor inaceitável para a sociedade e para sempre perdido depois de uma separação indesejada. A clausura de décadas que se segue quebra-se apenas com a chegada de Vasco, que o convida a regressar à vida.
Sara aparece. A sua presença reacende aquele amor nunca esquecido, toca a flor da pele, mexe com os sentidos e faz buscar os remendos sólidos para o que ficou por viver.

O binóculo mágico conta-nos a história de um amor que ultrapassa as barreiras do tempo. Fala-nos da esperança, da mistura mágica entre o passado e o presente. Porque o que tem de acontecer, acontece, não importa quando, nem como, nem com quem. 

Sobre a autora

Helena de Macedo
Nasceu S. Tomé e Príncipe, em agosto de 1966, e veio para Portugal em Outubro de 1974. Nunca perdeu as suas raízes africanas e as peripécias vividas durante a infância, o clima e o sentimento de liberdade marcaram o desenvolvimento da sua personalidade, sempre aventureira, destemida e imaginativa.

Aos 20 anos, a necessidade de assimilar o máximo do que o mundo tem para oferecer foi mais forte: saiu de Portugal para trabalhar em navios, sempre à procura de novos desafios e novas aprendizagens. Após alguns anos de interregno, proporcionou-se o regresso ao mar e a oportunidade de conhecer o mundo, abrir e enriquecer horizontes.

O primeiro romance foi escrito aos 13 anos e a partir daí escrever tornou-se mais do que um passatempo, respondendo à sua necessidade de dar forma ao que observa, a desafia e inspira. Cartas com Amor é o seu primeiro romance publicado.
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
51,914,149
>