"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

Testemunhos de quem teve de emigrar para perseguir uma carreira digna na enfermagem

Paulo Marques ouviu nove jovens enfermeiros que deixaram o país no pico da crise e construíram uma carreira de sucesso e reuniu as suas histórias em Fora da zona de conforto.


"Enfermeiro" foi a palavra do ano 2018, mas os desafios enfrentados por esta classe permanecem na ordem do dia e na agenda mediática. Entre esses desafios, a emigração continua a ser um dos que afeta um grande número de profissionais – são mais de 18 mil a exercer fora do país. Em Fora da zona de conforto, o profissional e professor de Enfermagem, Paulo Marques, reúne os testemunhos de nove jovens enfermeiros que se viram na contingência de emigrar. O livro está disponível a partir de hoje com o selo da Coolbooks.

Com a intenção de dar voz a este conjunto de profissionais espalhados por todo o mundo, desde os Estados Unidos da América à Arábia Saudita, passando por Inglaterra ou pela Suíça, o autor convidou nove enfermeiros a narrarem as suas histórias, falando de temas como: as razões que estiveram na base da decisão de emigrar, como é viver e trabalhar fora, as estratégias para mitigar a saudade, os entraves na integração profissional, as diferenças no sistema de saúde do país de acolhimento, a Enfermagem que se pratica, ou o regresso.

Neste livro, os leitores vão encontrar testemunhos reais, que colocam em evidência os problemas e dificuldades de uma classe à qual, segundo dados da Ordem dos Enfermeiros, faltam 30 mil profissionais, e que convidam à reflexão sobre a discrepância de oportunidades e progressão na carreira que os enfermeiros portugueses encontram dentro e fora de Portugal.

SOBRE O LIVRO
Fora da zona de conforto
"...a crise financeira que nos abalou mais recentemente, mas sobretudo, estou em crer, as opções políticas que a acompanharam, conduziram muitos para a inevitabilidade de procurar fora o que não encontravam dentro. E, em dado momento, foram até incentivados a sair da zona de conforto… A ausência de respostas, ou a persistência de condições em colisão com a dignidade que acompanha a expectativa acalentada por um dado nível de formação não deixaram alternativa a um número extraordinário de concidadãos, muitos dos melhores, e milhares deles enfermeiros, que foram impedidos de entrar no mercado de emprego e de contribuir, na diferenciação para que foram preparados, para a melhoria do todo nacional. " 

SOBRE O AUTOR


Paulo Marques
É enfermeiro desde 1987. Especializou-se em Enfermagem Médico Cirúrgica em 1998, obteve o grau de Mestre em Ciências de Enfermagem pelo ICBAS em 2002, o grau de Doutor em Enfermagem pela Universidade Católica Portuguesa em 2011 e o título de especialista em Enfermagem no âmbito do Ensino Superior em 2012. É autor de várias obras literárias, Professor da Escola Superior de Enfermagem do Porto desde 2002 e investigador do grupo NursID - CINTESIS. 
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
50,981,879
>