"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

Seremos todos snobs? Merecemos este livro?

Superioridade, estatuto, preconceito. Segundo as palavras imortais de W. M. Thackeray um snob pode estar em qualquer parte. Aliás, o escritor britânico do século XIX assumiu-se, com o humor devastador que se lhe conhece, como um snob


Confira se também faz parte desta «fina casta» n’O Livro dos Snobs. A obra, recuperada dois séculos depois pela Guerra e Paz, chega às livrarias de todo o país.

Monarcas poderosos, membros da corte cercados de pompa e circunstância, clérigos emproados. Em plena Inglaterra vitoriana, o escritor W. M. Thackeray destapou a careca, com fina ironia, de todos os tipos de snobismo que vigoravam no século XIX. Ninguém escapou.

No devastador e satírico O Livro dos Snobs, nem mesmo Portugal foi poupado. Sim, por terras de Camões também se sentiram os perfumes da altivez, acompanhados pelos aromas dos vinhos do Porto e da Madeira. O autor veio descobrir um real snob na mais ocidental praia: D. Fernando II, marido de D. Maria II. Talvez o berço de ouro austríaco tenha ajudado.

Os textos que compõe a obra tiveram origem numa série de artigos publicados por W. M. Thackeray, aquando da sua carreira jornalística, na revista Punch. A acidez das críticas e caricaturas valeu à coluna «The Snobs of England, by one of themselves» um enorme êxito.

Nesta narrativa familiar, regada de precioso e refinado humor, o autor quebrou as barreiras e convenções literárias e tornou O Livro dos Snobs numa obra eclética. 

Uma obra-prima com uma atualidade inquestionável. A sátira social, política e comportamental continua a cumprir, dois séculos depois, a promessa do autor de «espetar dardos na sociedade e acabar por descobrir riquíssimos filões de puro material snob». Eis uma oportunidade de refletirmos sobre as relações humanas.

A obra poderá ser adquirida no site oficial da Guerra e Paz, Editores.

De W. M. Thackeray destacam-se ainda A Feira das Vaidades As Aventuras de Barry Lyndon, clássico adaptado para o grande ecrã pelo norte-americano Stanley Kubrick. Pensa-se que o legado deixado pelo escitor ainda está, na sua maioria, por ser descoberto. Talvez algum snob ainda venha a fazer juz ao seu espólio.

Sinopse 
Um livro de humor devastador. Ninguém é poupado, dos mais poderosos monarcas às anfitriãs de banquetes, dos clérigos emproados aos turistas britânicos. Partindo da Inglaterra vitoriana, nem Portugal é poupado, muito snobemente representado pela caricatura de Fernando II, marido de D. Maria II. Thackeray faz um retrato pormenorizado de cada tipo de snob, traçando-lhes o jeito e o estilo com uma fina ironia. E rega tudo com muito vinho – do Porto e da Madeira. Os textos reunidos nesta obra tiveram origem numa série de artigos publicados com enorme êxito na revista Punch entre 1846 e 1847, na coluna «The Snobs of England, by one of themselves». Quase dois séculos depois, a crítica social, política e comportamental faz-nos repensar as relações humanas, nesta obra que revela uma atualidade impressionante. A sociedade é dilacerada nesta obra-prima de W. M. Thackeray, autor de clássicos como A Feira das Vaidades. Com «um jeito especial para reconhecer um snob», o autor cumpre a promessa de «espetar dardos na sociedade e acabar por descobrir riquíssimos filões de puro material snob». O humor e o tom familiar quebram a barreira da convenção literária, cativam o leitor e revelam.

Biografia do Autor


W. M. Thackeray nasceu em 1811, em Calcutá, e estudou em Cambridge. Fez carreira no jornalismo, antes de se tornar o reconhecido autor de As Aventuras de Barry Lyndon, transposto para o cinema por Stanley Kubrick, e de A Feira das Vaidades, também adaptado ao pequeno e ao grande ecrã. Conhecido pela sua refinada veia humorística, Thackeray morreu na véspera de Natal do ano de 1863, deixando um legado que ainda está, em grande parte, por descobrir.  

O Livro dos Snobs
W. M. Theckeray
Ficção / Literatura
264 páginas · 15x23 · 15,00 €

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
50,844,215
>