"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

"O Profeta", a obra-prima de Kahlil Gibran

A Albatroz publica O Profeta, de Kahlil Gibran, considerado como a obra-prima do artista e poeta líbano-americano.


Numa viagem rumo ao autoconhecimento e a uma vida com sentido, Gibran leva os leitores até à cidade de Orfalés, nas vésperas do regresso de Almustafá à ilha que o viu nascer. Interpelado por marinheiros, anciãos e discípulos, sacerdotes e sacerdotisas, O Profeta decide partilhar os frutos da sua sabedoria. 
Num registo de prosa poética profundamente metafórica, Kahlil Gibran escreve sobre temas essenciais como o tempo, a dor e a morte, o Bem e o Mal, as leis e a liberdade. Publicado pela primeira vez em 1923, O Profeta tem-se revelado uma fonte de inspiração para várias gerações em busca do autoconhecimento e de uma maior ligação com o seu lado mais reflexivo e espiritual. 
Esta edição de O Profeta, agora nas livrarias com a chancela Albatroz, inclui ainda O Jardim do Profeta, publicado após a morte do autor. 

Sobre o livro
«Quando o amor vos acenar, sigam-no, ainda que os seus caminhos sejam difíceis e íngremes.» 
Traduzido em todo o mundo, O Profeta é a obra-prima de Kahlil Gibran que permanece atual e profundamente inspiradora. 
Neste verdadeiro tesouro espiritual, o autor guia-nos por reflexões poderosas sobre temas essenciais como o amor, o casamento, os filhos, a beleza, o tempo, a dor e a amizade. Com uma simplicidade encantadora, Gibran leva-nos numa viagem interior rumo ao autoconhecimento e a uma vida com sentido. 
Esta edição inclui ainda a obra O Jardim do Profeta, escrita pelo autor como complemento a O Profeta.

Sobre o autor

Kahlil Gibran
Djubran Kahlil Djubran nasceu em 1883 em Bcharré, uma aldeia maronita cristã nas montanhas do Norte do Líbano. A sua infância foi de uma pobreza extrema e, em 1895, emigrou para os EUA com a mãe e os irmãos. Vivia com a família nos bairros degradados de Boston quando o seu talento artístico chamou a atenção do fotógrafo e editor Fred Holland. Através de Holland, Kahlil começou a frequentar os círculos literários e artísticos de Boston. Regressou ao Líbano para terminar os seus estudos e partiu em 1908 para Paris, onde estudou com Auguste Rodin. Em 1912 mudou-se para Nova Iorque, onde se dedicou à pintura e escreveu para alguns jornais árabes. Desde a publicação das suas primeiras obras, foi considerado uma figura de grande importância na literatura árabe moderna. Com a publicação de O Profeta, em 1923, a sua reputação literária ficou definitivamente estabelecida. Faleceu em 1931. 
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
51,037,917
>