"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

Cláudio Ramos na primeira pessoa

Eu, Cláudio revela a verdadeira história da vida do apresentador: dos primeiros sonhos às grandes mudanças. 


Colocar a alma no papel, foi este o desafio a que Cláudio Ramos se propôs quando começou a escrever este livro. O resultado é Eu, Cláudio, um volume que reúne as suas memórias, opiniões e reflexões.

Dono de um vasto arquivo de memórias – o esquecimento é um dos seus maiores medos – e com uma personalidade, gostos e interesses que ultrapassam largamente o que se vê no pequeno ecrã, Cláudio Ramos habituou-se a colocar em palavras aquilo que nem sempre pôde ou quis mostrar em televisão: desde a descoberta e perseguição do seu grande sonho, a televisão, passando pelos pensamentos do quotidiano até às grandes decisões e transformações da sua vida.

Com o mesmo nome do blogue que criou há mais de dez anos, Eu, Cláudio reúne alguns dos textos mais marcantes da página, revistos e adaptados à atualidade, e vários inéditos que permitem aos leitores espreitar a vida do apresentador, sentirem-se seus amigos e confidentes e acompanhá-lo ao longo do seu percurso de vida.

Para Cláudio Ramos este é até mais do que um livro sobre si: "é um livro que premeia todos aqueles que de certa forma acreditam e confiam acima de tudo nos sonhos e fazem questão de os transformar em objetivos reais. Estou absolutamente apaixonado pelo que é esta obra e certo que um dia, quando os meus netos olharem para ela, vão pensar que eu fui um tipo porreiro e sonhador. Dos sonhos não se desiste. Nunca!"

SOBRE O LIVRO
Eu, Cláudio é um álbum pessoal que guarda pedaços íntimos da vida de Cláudio Ramos. Um leque de textos sobre os gostos e os desgostos do conhecido apresentador televisivo, que se apresenta sem filtros e sem câmaras à frente. Neste livro ficamos a conhecer um pouco mais da vida privada de Cláudio, no aconchego dos serões de domingo, na mudança para a casa nova, no apego ao refúgio do Alentejo, nas verdades que defende, no amor à filha Leonor, nos silêncios, na solidão, na sua pele.

Textos selecionados de Eu, Cláudio:
Temos obrigação de sonhar
A televisão, desde que nasci
Se te acrescenta, tenta. Não te vais arrepender.
Medo da mudança e dos reflexos no corpo 

SOBRE O AUTOR

Cláudio Ramos
Nasceu a 11 de novembro de 1973, às sete da manhã, na sua casa de Luanda, de onde sairia com dois anos para se apaixonar, para sempre, pelo Alentejo e pelas suas gentes.

Comunicador nato, estreou-se na televisão em 1996 como ator e em 1999 com as Noites Marcianas. Na SIC fez parte de O Programa da Cristina e do Passadeira Vermelha, entre outros programas. Recentemente, foi convidado pela TVI para apresentar o Big Brother 2020.

Colaborador regular da rádio e da imprensa, escreve semanalmente na TV Mais e todos os dias no seu blogue, Eu, Cláudio, que integra a lista dos mais lidos de Portugal.

Escreveu já dez livros. Quatro romances, um livro infantil e quatro livros práticos. Eu, Cláudio é o décimo e o mais pessoal de todos, onde, como o próprio autor refere, "coloca parte da sua alma no papel". 
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
52,096,023
>