"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

#FicaEmCasa com as sugestões do Museu do Oriente

A trabalhar à distância, a cuidar das famílias e a fazer a sua parte pela proteção de todos, para quem #FicaEmCasa, o Museu do Oriente partilha sugestões de atividades, leituras e histórias das suas colecções.


Para esta semana, a primeira sugestão é um jogo em família: Tangram, indicado para todas as idades e sem limite de participantes. Com origens que remontam à China da dinastia Ming (século I a.C.), o Tangram é um jogo estilo ‘quebra-cabeças’ que desafia à construção plana de figuras, com regras simples e várias possibilidades. É composto por sete peças, dividas em três formas geométricas, que podem ser conjugadas para criar uma infinidade de figuras, animais e objetos. As regras são simples: todas as sete peças devem ser usadas na composição de uma figura, sem se sobreporem. Basta reunir a família e… mãos-à-obra! Modelos e sugestões de figuras estão disponíveis online em https://bit.ly/38YqSbc e https://bit.ly/3b1uRVQ.

Damos também as boas-vindas à Primavera com um desafio criativo e amigo do ambiente: construir coroas, reciclando materiais diversos. Rolos de papel, jornais e revistas velhos, panfletos publicitários, caixas e embalagens vazias, tampas ou caricas, podem transformar-se com operações simples de recorte, colagem e pintura. Para animar a divisão favorita da casa, ou pendurar à janela, estas coroas vão colorir e dar energia positiva a toda a casa.

Para tal, basta organizar a família e, em modo “caça ao tesouro”, percorrer a casa para identificar e recolher todos os materiais possíveis de serem utilizados. De seguida, instalar o "estaleiro criativo" numa zona de acesso e limpeza fáceis, proteger as superfícies com papel de jornal ou plástico, vestir bibes, t-shirts velhas ou aventais e dispor frascos de vidro vazios para as misturas de tinta. Depois, trocar ideias e atribuir tarefas: quem fica responsável pelos recortes, pelas misturas de tintas, etc. Por fim, é só dar asas à imaginação e criar, compor e juntar, escolher o local certo e pendurar esta coroa original.

Uma última sugestão para entreter as pequenas mentes criativas é desafiá-las a desenhar e pintar um guerreiro Samurai, inspirado nas peças do Museu do Oriente. A coragem, dedicação e lealdade destes guerreiros, sempre prontos para combater qualquer força do mal, podem ser representadas de várias formas, só depende da imaginação de cada um.

Estas e outras sugestões estão disponíveis na página de Facebook do Museu do Oriente.

O Museu do Oriente vai coligir uma galeria de imagens de trabalhos do público, por isso, quem quiser partilhar o seu, basta marcar a sua publicação com @museudooriente ou enviar por mensagem privada para o Museu do Oriente (os trabalhos serão identificados apenas com primeiro nome e inicial do sobrenome, ou apenas iniciais dos autores).

>> Mais informações

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
49,216,520
>