"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Museu do Aljube pede ao público "memórias de Abril" para partilhar no dia 25

Museu lisboeta faz apelo à participação dos portugueses via email ou Facebook. Para que as histórias de cada um possam ser partilhadas por todos.

Encerrado ao público como todos os museus portugueses, o do Aljube continua a abrir portas na Internet_Margarida Basto


O Museu do Aljube Resistência e Liberdade, em Lisboa, lançou um apelo ao público para que registe vídeos ou textos com memórias do 25 de Abril, a partilhar com a instituição, por email (memoriasdeabril@museudoaljube.pt) ou mensagem de Facebook.

O apelo surge pelo facto de o museu estar fisicamente encerrado devido à pandemia da covid-19 e pretender, ainda assim, abrir “as portas através do Facebook” para assinalar o 25 de Abril.

“Memórias, histórias que nos queiram contar, momentos que queiram partilhar” sobre Abril podem ser partilhados com o museu, através de vídeos com um máximo de dois minutos ou em texto.

As histórias têm de chegar ao museu até dia 15 para que a 25 de Abril algumas sejam partilhadas na conta do museu na rede social Facebook, juntamente com as histórias existentes em arquivo.

>> Mais informações


por Lusa e Público | 7 de abril de 2020
notícia no âmbito da parceria Centro Nacional de Cultura | Jornal Público

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
52,259,738
>