"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

"Gravidade da Situação" de Rui Luís

"Gravidade da Situação” é o novo single do cantautor Rui Luís que encontra no ritmo alegre e nos arranjos coloridos a leveza necessária para tudo ser menos grave.


E porque até as nuvens mais negras se regem pelas leis da gravidade, e se precipitam dando lugar a dias de sol, também a música nos liga e nos alivia o peso dos dias, mesmo em dias mais difíceis, como aqueles em que vivemos. É um presságio de bonança, e um grito de esperança. Produzido e masterizado no estúdio da editora indie Music Forge, com vídeo gravado e composto em parceria com Where The Stars Shine.

Sobre o autor

Rui Luís leva-nos numa viagem íntima às suas vivências. Com uma sonoridade que nos remete para o blues e fado, canta sobre amor, perda e esperança, num discurso que tende para a metafísica, num tom quase profético. Muitas vezes apelidado de “viajante de realidades”, Rui Luís encripta as letras dos seus temas e canta-as de uma forma fresca, sentida, e enternecedora.

Cantautor multi-instrumentista, nasceu em 1990. Durante o seu percurso académico formou o projecto Ângulos Mortos. Em 2014, após a sua viagem pelos territórios da geologia, inscreveu-se na Escola de Jazz Luiz Villas-Boas (Hot Clube de Portugal) onde estudou piano e voz sob a tutela de professores como Daniel Bernardes, Margarida Campelo, Joana Machado e Rita Maria. Tal experiência foi uma abertura de horizontes que o levou, desde então, a desenvolver repertório original a solo. Em Fevereiro de 2016, numa primeira abordagem, lançou canções no seu SoundCloud, entre as quais “Uma Valsinha”. Em 2017 publicou os EPs “Parte de Alguém” e “Encontrei (Live Sessions)” no Bandcamp. Em 2019 participou na primeira edição do concurso Smooth FM Jazz Contest com o tema original "Cabo do mundo" e os standards de jazz "Autumn Leaves" e "Misty", tendo sido seleccionado como um dos 8 semi-finalistas.

“Na sua voz ouço correr o magma da terra e sinto a planura do céu. É fogo rouco e seda delicada. ”
Isabela Figueiredo, autora do best-seller A Gorda.



>>  Facebook
>> Instagram
>> Site
>> Spotify
>> Youtube

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
53,086,594
>