"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

As Sete Mortes de Evelyn Hardcastle

O livro de estreia de Stuart Turton, “As sete mortes de Evelyn Hardcastle”, veio revolucionar o género policial. Uma obra premiada que apaixonou a crítica e que chega a Portugal pela Editora Minotauro.


Traduzido em 28 línguas, com mais de 200.000 cópias vendidas apenas no Reino Unido, “As sete mortes de Evelyn Hardcastle” é um misto extraordinário da icónica Agatha Christie e Black Mirror, que junta com mestria os elementos de intriga do policial de mistério clássico comum, e um estilo de narrativa inovador que conduz o leitor de forma inteligente deixando-o na expetativa até ao final.

O que começa como uma celebração termina em tragédia. Os Hardcastle organizaram uma festa em Blackheath, a sua casa de campo, para anunciar o noivado da filha Evelyn. No final da noite, quando fogos de artifício explodem no céu, a jovem é morta.

Mas Evelyn não vai morrer uma vez. Até que Aiden Bishop, um dos convidados, não resolva o seu assassinato, o dia vai repetir-se constantemente, sempre com o mesmo final triste.

A única maneira de quebrar este ciclo é identificar o assassino. Sempre que o dia fatídico recomeça, Aiden acorda no corpo de um convidado diferente. E alguém está determinado a impedir Aiden de escapar de Blackheath.

“As Sete Mortes de Evelyn Hardcastle” é um thriller brilhante, considerado livro do ano pelo The Guardian, I Paper, Financial Times e Daily Telegraph.

Stuart Turton é escritor, licenciado em Inglês e Filosofia. Foi livreiro em Darwin, na Austrália, professor de inglês em Xangai, jornalista na área das tecnologias em Londres e colunista de viagens no Dubai. Esta é a sua obra de estreia.
Visitas
52,991,473
>