"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

Último volume da aclamada trilogia Rosa-Crucificação chega às livrarias

Livros do Brasil publica Nexus, a peça final no percurso de formação e afirmação literária de Henry Miller. 


Na continuidade de Sexus e Plexus, Nexus assenta numa narração autobiográfica que põe a nu todas as limitações, todos os entusiasmos, todos os sonhos do seu autor. Depois de vários anos proibida no seu país, a trilogia Rosa-Crucificação — publicada num intervalo de 11 anos — seria central na consagração de Henry Miller como um dos maiores (e mais irreverentes) prosadores norte-americanos do século xx. Esta trilogia, agora reeditada na coleção Dois Mundos, não era lançada em Portugal, no seu conjunto, há mais de 30 anos.

Publicado originalmente em 1960, este volume combina erotismo e filosofia, sonhos e devaneios, reflexões sociopolíticas e culturais. Aqui, as impressões do autor são de novo embrulhadas por um profundo desprezo pelas convenções pequeno-burguesas, naquele que é, simultaneamente, um retrato à flor da pele de um homem, de um escritor e de um tempo.

SOBRE O LIVRO
Nexus
Nos anos 1920, nos últimos meses passados em Nova Iorque antes da partida para Paris, Miller dá por si a ocupar cada vez mais um estranho papel de elemento observador no seu próprio casamento. Acabada de ter alta do hospital psiquiátrico, Stasia, amante de Mona, fica alojada com o casal e rapidamente esta intricada relação aberta entre os três resulta em caos. O futuro, Miller sabe-o, é longe dali, do outro lado do oceano, em Paris — é aí que poderá cumprir por fim a sua vocação como escritor.

Ver primeiras páginas 

Título: Nexus
Autor: Henry Miller
Tradução: Fernanda Pinto Rodrigues
Páginas: 392
PVP: 17,70 €
Coleção: Dois Mundos 

SOBRE O AUTOR
Henry Miller

Nasceu em Brooklyn, nos EUA, a 26 de dezembro de 1891. Em 1930, respondendo a um espírito aventureiro e ao desejo de se dedicar à escrita, partiu para a Europa e fixou-se em Paris. Foi aí que, em 1934, publicou o seu primeiro romance autobiográfico, Trópico de Câncer, a que se seguiu, em 1939, Trópico de Capricórnio, ambos banidos durante quase três décadas nos EUA. Em 1942, pouco depois de se instalar definitivamente na Califórnia, iniciou a redação da trilogia Rosa-Crucificação — Sexus, Plexus, Nexus —, considerada uma das suas obras maiores, onde conjuga reflexão metafísica com um erotismo explícito. Miller foi um dos mais marcantes autores norte-americanos do século xx, cuja insubmissão, quer na vida, quer na literatura, viria a influenciar fortemente a chamada beat generation. Faleceu em casa a 7 de junho de 1980. 

Visitas
54,079,298
>