"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

O Livro dos Segredos

Quarto volume de uma coleção que reúne os textos mais inspiradores de Kahlil Gibran, e que inclui já O livro da Vida e O livro da Sabedoria e O profeta. Associadas a uma voz de conforto, amor e tolerância, as palavras do poeta e ensaísta líbano-americano ajudam os leitores a explorarem os grandes mistérios da vida.


O Livro dos Segredos

«A reminiscência é uma forma de encontro.
O esquecimento é uma forma de liberdade.»


Kahlil Gibran, um dos pensadores mais aclamados de todos os tempos, reflete neste livro sobre os grandes mistérios da vida.
Com a sensibilidade e a profundidade que as suas palavras conseguem transmitir, Gibran conduz-nos por um caminho interior onde tudo faz sentido. Percorrendo os enigmas maiores, partilha a sua sabedoria sobre o bem e o mal, a vida e a morte, as aparências e a realidade, os altos e baixos do labirinto da humanidade.
Ao escrever sobre estas questões que tanto nos atormentam como nos deslumbram, o autor oferece respostas que não podem ser proferidas em voz alta, mas apenas reconhecidas e confirmadas aos olhos da experiência individual de cada leitor.
Deixe-se inspirar e entregue-se sem medo a uma autêntica viagem espiritual.

Ver primeiras páginas 

Título: O Livro dos Segredos
Autor: Kahlil Gibran
Tradução: Pedro Santos Gomes
Páginas: 212
PVP: 14,40€ 

SOBRE O AUTOR
Kahlil Gibran

Djubran Kahlil Djubran nasceu em 1883 em Bcharré, uma aldeia maronita cristã nas montanhas do Norte do Líbano. A sua infância foi de uma pobreza extrema e, em 1895, emigrou para os EUA com a mãe e os irmãos. Vivia com a família nos bairros degradados de Bóston quando o seu talento artístico chamou a atenção do fotógrafo e editor Fred Holland. Através de Holland, Kahlil começou a frequentar os círculos literários e artísticos de Bóston. Regressou ao Líbano para terminar os seus estudos e partiu em 1908 para Paris, onde estudou com Auguste Rodin. Em 1912 mudou-se para Nova Iorque, onde se dedicou à pintura e escreveu para alguns jornais árabes.
Desde a publicação das suas primeiras obras, foi considerado uma figura de grande importância na literatura árabe moderna. Com a publicação de O Profeta, em 1923, a sua reputação 

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
54,644,934
>