"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

"Fonte Grande" celebra a música tradicional em disco gravado nas Aldeias do Xisto

A história de Fonte Grande é a história do encontro feliz entre María Villanueva e Vânia Couto e da sua viagem conjunta em torno das raízes, onde a mulher ocupa um papel fundamental.


A oportunidade de fixar coordenadas na viagem chegou em 2019, com o convite para uma residência artística na Aldeia do Xisto de Barroca, nas margens do rio Zêzere (concelho do Fundão).

Embora tivessem pensado num projeto envolvendo primordialmente as duas, explorando a química resultante dos seus primeiros encontros e as viagens de recolha na Galiza e no território das Aldeias do Xisto, o que é certo é que a residência foi feita com mais três músicos convidados que, a pouco e pouco, pela sua entrega, tornaram evidente que este era um trabalho colaborativo.

Yoshida Carvalho (baixo elétrico), Lucas de Centi (vibrafone) e Sandra Pérez (percussão) desempenharam um papel fundamental no surgimento de um som de grupo que, respeitando o ponto de partida na música tradicional galega e portuguesa, se foi abrindo ao mundo, muito por influência dos arranjos de Maria Villanueva e da prestação dos elementos do grupo com formação jazzística.

“FONTE GRANDE foi uma viagem às raízes (em todos os sentidos) feita com carinho, respeito e vontade de aprender, procurando o rigor possível, dadas as restrições de tempo e recursos disponíveis. O disco é acima de tudo um trabalho de criação e de procura (não de investigação) que pretende estabelecer um diálogo entre duas gerações de mulheres (a nossa e a das nossas avós), tendo a música tradicional como ponto de partida para perceber as coisas que mudaram para melhor, aquelas que ainda devem mudar e aquelas que eram importantes e, de alguma forma estão a ficar esquecidas”, declaram os músicos.

O disco que agora se apresenta foi preparado em recolhas na Galiza e em Portugal. Em Ponteareas e Mondariz (perto da fronteira com Portugal), Maria e Vânia foram guiadas por Ilda Amoedo, gestora do Centro de Recuperación da Cultura Popular de Ponteareas, com sede no Castelo de Vila Sobroso. No território das Aldeias do Xisto, o auxílio de Leonor Narciso e das Adufeiras da Casa do Povo de Paúl foram fundamentais.

O disco conta com participações especiais das Adufeiras da Casa do Povo do Paúl, Catarina Moura e Maria João.

"O lançamento deste 4.º disco dá-nos uma grande satisfação. 'Fonte Grande' é uma viagem emocional às raízes musicais das nossas aldeias e traz-nos uma sonoridade bela e singular, estimulada pela imersão e partilha entre artistas e pessoas. Este tem sido o principal objetivo da nossa parceria com o Jazz ao Centro Clube, que tantas criações e momentos únicos tem proporcionado", considera Rui Simão, diretor executivo da ADXTUR- Agência para o Desenvolvimento Turístico das Aldeias do Xisto.

FONTE GRANDE é o quarto disco gravado no contexto do XJazz- Encontros do Jazz nas Aldeias do Xisto, projeto promovido pela ADXTUR, em parceria com o Jazz ao Centro Clube.

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
58,050,198
>