"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

"Balada da Média Virtude"

Fernando Freire de Sousa, Guilherme Costa e Rui Moreira apontam novos rumos para o crescimento da economia portuguesa.


A Ideias de Ler apresenta Balada da Média Virtude – Outras hipóteses para a economia portuguesa, de Fernando Freire de Sousa (ex-presidente da CCDR-N), Guilherme Costa (ex-presidente da RTP e atual administrador não executivo do Grupo Impresa) e Rui Moreira (presidente da Câmara Municipal do Porto).

Nesta obra, os autores traçam um diagnóstico daquelas que têm sido as práticas e políticas do nosso País e avançam novas hipóteses para a criação de riqueza, que implicam um rompimento com o cenário atual. Deste "dualismo sui generis" e dos seus efeitos nas assimetrias regionais, surge a proposta de uma transformação estrutural para "o novo normal" e as propostas na área económica: mais do que um catálogo de ações, medidas estratégicas que podem relevar-se essenciais no combate à crise causada pela pandemia por SARS-CoV-2 e na aplicação dos fundos provenientes da "bazuca" europeia.

SOBRE O LIVRO
Balada da Média Virtude
Ao longo dos anos, crise após crise, tem-se tentado contrariar a evidente falta de crescimento económico em Portugal através da aplicação invariável de uma fórmula que já demonstrou ser caduca, quer por assentar num modelo centralista, que gira em torno de uma só região e se alheia do País real, quer por estar viciada em "grandes projetos" de ganhos duvidosos para o todo nacional.
Não se espere encontrar neste livro uma qualquer solução única e perfeita, ao estilo one size fits all, para o problema da falta de crescimento. O que aqui se partilham são as análises e as ideias de três autores que se assumem como naturalmente imbuídos de um olhar de "média virtude".
A partir delas pretende-se demonstrar a necessidade de construirmos um País mais organizado, que cresça com base nas capacidades atuais e potenciais de cada uma das suas regiões — incluindo, obviamente, a da capital. A defesa, pois, de uma mudança imperiosa na nossa vida coletiva.

Título: Balada da Média Virtude
Autores: Fernando Freire de Sousa, Guilherme Costa e Rui Moreira
Nº de páginas: 320
PVP: 22,00€

Ver primeiras páginas

SOBRE OS AUTORES
Fernando Freire de Sousa Fernando Freire de Sousa
Natural do Porto. Licenciado em Economia (FEP) e Doutor em Economia Internacional (Paris I e UP); Agregação (UTL). Professor da FEP, consultor e membro de órgãos sociais de empresas e instituições. Foi diretor e administrador no Grupo BPA, secretário de Estado para a Competitividade e Internacionalização (XIII Governo Constitucional) e presidente do Fundo para a Internacionalização das Empresas Portuguesas (FIEP) e da CCDR-N. Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique (2006).
Guilherme Costa Guilherme Costa
Natural do Porto. Licenciado em Economia (ISEG) e pós-graduado em Economia Internacional (Paris I). Foi Professor na FEP e na UCP, onde dirigiu o Centro de Estudos. Foi diretor-coordenador na Banca (BFE e BBI) e administrador de várias empresas (Sonae Indústria, Portucel Industrial, Soporcel e Portucel Embalagem, entre outras). Foi presidente do ICEP, da Portucel Viana, da Gescartão e da RTP. É presidente da Phyxius Holding e administrador não executivo da Impresa.
Rui Moreira Rui Moreira
Natural do Porto. Foi campeão nacional de vela e representante de Portugal em campeonatos do Mundo e da Europa. Licenciado em Gestão em Inglaterra (1978). Regressado a Portugal, dedicou-se a negócios na área da navegação. Exerceu cargos consultivos nas Universidades do Porto e Católica. Foi presidente da Associação Comercial do Porto (2001-2013). É presidente da Câmara Municipal do Porto, eleito como independente em 2013 e 2017.
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para a antestreia do filme "BANDIDO"

Em parceria com a PRIS Audiovisuais, oferecemos convites duplos para a antestreia do novo filme de Allan Ugar, que terá lugar no próximo dia 3 de outubro, em Gaia e Lisboa. Participe e habilite-se a ser um dos felizes contemplados!  

Visitas
70,591,578