"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Alijó vai criar rede de miradouros nos vales do Tua, Douro e Santuário de Sanfins

Município aposta na criação de novos negócios locais e anuncia projeto focado no turismo de natureza e o turismo religioso.

Parque Natural do Tua

O município de Alijó anunciou um investimento de 1,6 milhões de euros para alavancar o turismo de natureza e religioso, incluindo uma rede de miradouros nos vales do Tua, Douro e Santuário de Sanfins.

A autarquia do distrito de Vila Real referiu, em comunicado, que o objetivo “é a criação de condições para atrair cada vez mais visitantes ao território” e “alavancar a criação de novos negócios locais e o desenvolvimento económico do concelho”.

Depois do miradouro do Ujo, no vale do Tua, que desde 2019 se tornou numa das principais atrações turísticas do concelho, a câmara vai avançar com a requalificação do miradouro de Nossa Senhora dos Prazeres (Monte da Cunha) e a construção do miradouro de Santa Bárbara, em Santa Eugénia, os três inseridos no projeto Alinatur – Turismo de Natureza.

O município disse que o “objetivo deste projeto e da criação destes miradouros passa por enriquecer e qualificar a oferta de pontos de interesse turístico, assim como promover a valorização do património cultural e natural do concelho”.

Este ano, a autarquia vai também lançar o concurso para a construção do miradouro de Santa Marinha, na aldeia do Castedo, situado a cerca de 565 metros de altitude e debruçado sobre o rio Douro e a foz do rio Tua e, em curso, está a requalificação do miradouro de Casal de Loivos, onde estão a ser construídas estruturas de apoio.

Em Casal de Loivos, que oferece uma vista panorâmica sobre as vinhas em socalcos que rodeiam a vila do Pinhão e o rio Douro, estão a ser investidos 380 mil euros, comparticipados através da linha de apoio à Valorização Turística do Interior do Turismo de Portugal.

A câmara está também a aplicar 800 mil euros na zona do Santuário de Nossa Senhora da Piedade, em Sanfins do Douro, num projeto que inclui a requalificação do acesso ao recinto, a criação de um novo miradouro virado a Noroeste e que visa alavancar o turismo religioso.

O Santuário de Nossa Senhora da Piedade, localizado junto à vila de Sanfins do Douro, é palco para uma importante romaria que se realiza em agosto e em que dois grupos de populares disputam o direito de transportar um andor de talha dourada e quase mil quilos.

A arrematação do andor de Nossa Senhora da Piedade é o ponto alto das festas de Sanfins do Douro e junta, no recinto, centenas de pessoas.


por Lusa e Público | 31 de maio de 2021
Notícia no âmbito da parceria Centro Nacional de Cultura | Jornal Público

Agenda
Exposições

"Gyres"

Galeria Zé dos Bois 16 Set a15 Nov

Ver mais eventos
Visitas
61,328,662
>