"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

Diário de Um Médico no Combate à Pandemia

Gustavo Carona, médico intensivista oferece-nos o seu testemunho da realidade vivida pelos profissionais de saúde durante a pandemia de covid-19.


Diário de um Médico no Combate à Pandemia
é um testemunho em carne viva sobre a abnegação, o sentido de dever e também o sofrimento dos profissionais de saúde ao longo da pandemia de covid-19.

Os direitos de autor deste livro revertem a favor dos Médicos Sem Fronteiras e da Saber Compreender (apoio a sem-abrigo).

Sobre o livro
Gustavo Carona já exerceu medicina em situações de máximo desespero, socorrendo populações dilaceradas pela guerra em alguns dos conflitos mais sangrentos do mundo – mas foi no Hospital de Matosinhos, onde trabalha, que viria a desempenhar a missão mais difícil da sua vida.

Especialista em Cuidados Intensivos e Anestesiologia, o médico portuense traz?nos um testemunho em carne viva sobre a abnegação, o vincado sentido de dever e também o sofrimento dos profissionais de saúde ao longo da pandemia de covid-19.

Partindo do seu próprio caso, ao debater-se com a gestão de problemas pessoais, dores físicas constantes e um burnout que não o afastou apenas da sua unidade de Cuidados Intensivos como lhe trouxe, também, um sentimento de frustração insustentável, Gustavo Carona faz um relato humano da angústia e do heroísmo de médicos, enfermeiros e auxiliares diante de um inimigo mortal que, além de invisível e desconhecido, não raras vezes pareceu mais poderoso do que a resistência mais árdua dos homens e os conhecimentos mais avançados da ciência. Mas este é também um livro sobre outras dores, outros danos e outros desafios surgidos numa época sem precedentes em que grande parte da humanidade se fechou em casa e o egoísmo floresceu na política, na comunicação e na forma como um mundo de carências inaceitáveis ficou ainda mais ao abandono.

Gustavo Carona nasceu em Toronto, Canadá, mas cresceu no Porto, onde vive. É médico anestesista e intensivista no Hospital de Matosinhos e dedica-se a missões humanitárias desde 2009. Já representou os Médicos Sem Fronteiras, os Médicos do Mundo e a Cruz Vermelha Internacional em zonas de carência humanitária extrema, como a República Centro-Africana, o Sudão do Sul, Moçambique, República Democrática do Congo, Burundi, Paquistão, Afeganistão, Síria, Iraque, Iémen e Faixa de Gaza. Desde cedo que tenta dar voz às vidas que lhe passaram pelas mãos e a um mundo que poucos querem ver, apelando à humanidade global com a sua escrita nos media e redes sociais e com numerosas intervenções públicas. É autor do livro 1001 Cartas para Mosul – no qual compilou centenas de cartas de portugueses que foram entregues no epicentro de um dos maiores sofrimentos colectivos de que há memória, fazendo depois chegar à cidade-mártir iraquiana mais de 500 livros que abriram um canal de comunicação tido como impossível – e também de O Mundo Precisa de Saber, com prefácio de Jorge Sampaio. Em 2015 foi distinguido como Ex-Aluno do Ano, pela Universidade do Porto, e com o Prémio de Voluntariado Internacional. Escolhido como Global Goodwill Ambassador, pela fundação com o mesmo nome, faz ainda parte do grupo para a reflexão do futuro de Portugal liderado pelo Presidente da República.

Ficha do Livro
Título: Diário de um Médico no Combate à Pandemia
Nº págs: 256
ISBN: 978-989-66-1131-6
PVP C/ IVA: 16,90€
LeYa | Oficina do Livro

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para o filme "O FIM DA CARNE"

“O Fim da Carne” do realizador alemão Marc Pierschel é o filme do mês da Zero em Comportamento e neste passatempo pode habilitar-se a ganhar convites duplos. Participe!

Visitas
59,361,675
>