"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

Assírio & Alvim publica "Um Falcão no Punho – Diário I"

Título vencedor do Prémio Dom Dinis da Fundação Casa de Mateus de 1985, Um Falcão no Punho – Diário I integra agora a coleção Arrábido / Obras de Maria Gabriela Llansol que a Assírio & Alvim tem vindo a publicar nos últimos anos, com organização e fixação de texto de João Barrento e Maria Etelvina Santos.


«O que se regista neste diário», sublinha António Guerreiro no posfácio do livro, «não é a vida, mas os sinais dela: as suas metamorfoses, o seu devir; não é o sujeito, mas suas linhas de fuga, os seus “movimentos de desterritorialização”». Neste primeiro de três diários, encontramos as referências e obsessões intelectuais de sempre da autora – Pessoa, Bach, Ana de Peñalosa –, mas também o seu mundo terreno – a casa, o marido, as plantas, as rotinas diárias –, no registo fragmentado que a tantos desconcerta e encanta. A presente edição inclui um conjunto de pinturas de Ilda David’, que dialogam com o texto de Maria Gabriela Llansol.

«Decido hoje dividir este Diário não por anos e dias, mas igualmente por números; não é a primeira vez que a minha própria vida me aparece como estranha, ou pertencente ao mundo exterior: um diário pode ser mais objectivo que uma vida pessoal. [...]

Sinto-me atraída para os diários, não escritos actualmente pelo meu próprio punho mas como se eu já estivesse distante, e fosse suposta a minha vida por fragmentos, e em forma de caminho convertido em livro... O Diário é o pano com que se faz a limpeza dos anos... Já que a minha vida é tão isolada, distanciemo-la para a alvura desses diários...»
Maria Gabriela Llansol

SOBRE O LIVRO
Título: Um Falcão no Punho – Diário I
Autor: Maria Gabriela Llansol
Posfácio: António Guerreiro
Imagens: Ilda David’
N.º de Páginas: 184
PVP: 17,70€
Coleção: Arrábido / Obras de Maria Gabriela Llansol

Ver primeiras páginas

SOBRE A AUTORA
Maria Gabriela Llansol

Nasceu em Lisboa em 1931. É apontada por muitos como um dos nomes mais inovadores e importantes da ficção portuguesa contemporânea. Levando às últimas consequências a criação de um universo pessoal que desde os anos 60 não tem paralelo na literatura portuguesa, a obra de Maria Gabriela Llansol estilhaça as fronteiras entre o que designamos por ficção, diário, poesia, ensaio ou memórias. Faleceu em 2008.
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para o documentário "À SOLTA NA INTERNET"

Em parceria com a Zero em Comportamento, oferecemos 10 convites duplos para assistir ao chocante documentário de Barbora Chalupová & Vít Klusák, que lança uma luz sobre a questão da exploração online de crianças. Habilite-se e... boa sorte! 

Passatempo

Ganha convites para a antestreia do filme "UMA PAIXÃO SIMPLES"

Em parceria com a PRIS Audiovisuais, oferecemos convites duplos para a antestreia do romance "Uma Paixão Simples" (Passion Simple) de Danielle Arbid baseado na obra de Annie Ernaux. As antestreias terão lugar no próximo dia 27 de outubro (quarta-feira), em Lisboa e Gaia. Participe e habilite-se a ser um dos felizes contemplados!  

Visitas
61,986,547
>