"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Sovereign Portuguese Art Prize: Um novo e prestigioso Prémio de Arte para Portugal

A Associação SAF, a filial Portuguesa da Sovereign Art Foundation (SAF) anuncia o lançamento de um prémio para artistas contemporâneos Portugueses e a sua diáspora, que será o maior prémio de arte anual do país.


A Sovereign Art Foundation foi fundada em 2003 por Howard Bilton, um empresário Britânico que também produz vinho no Alentejo e que se encontra agora baseado em Portugal, tendo se mudado de Hong Kong.

O Sovereign Portuguese Art Prize celebrará as práticas dos principais artistas contemporâneos e terá como objetivo beneficiá-los, aumentando sua exposição internacional.

Um painel de profissionais de arte independentes nomeou artistas para participar no Prémio, resultando em mais de 200 registos online. As inscrições online estão presentemente a ser avaliadas pelo painel de jurados especialistas que inclui artistas como Ai Weiwei, e Joana Vasconcelos bem como Vicente Todolí – Diretor Fundador do Museu de Arte Contemporânea de Serralves.

O concurso culminará com uma digressão expositiva de 30 artistas pré-selecionados, com início no Palácio das Artes, no Porto (13-30 de abril de 2022), antes de se mudar para a Sociedade Nacional de Belas-Artes em Lisboa (24 de maio a 18 de junho) e o Museu Berardo em Estremoz (22 de Junho a 15 de Agosto), seguindo-se mais uma exposição no Algarve (local a confirmar).

Um Grande Prémio de € 25.000 será concedido ao finalista cujo trabalho receber a pontuação mais alta do painel de jurados. O artista cujo trabalho se revelar mais popular junto do público será também reconhecido com um Prémio de Votação Pública de € 2.000. O público poderá votar online e nas exposições.

As obras selecionadas serão então vendidas com o objetivo de arrecadar fundos significativos para serem divididos igualmente entre a SAF e os artistas participantes. A SAF utilizará estes fundos para desenvolver programas de artes expressivas destinadas a apoiar crianças desfavorecidas em Portugal. Por meio de projetos semelhantes, incluindo o cobiçado Sovereign Asian Art Prize, a SAF arrecadou US $ 10 milhões para artistas e organizações de caridade em todo o mundo.

Howard Bilton, Fundador e Presidente da SAF, comentou: “Como novo residente em Portugal, tinha vontade de me envolver na cena artística nacional. A maneira mais óbvia de o fazer parecia ser criar um prémio de arte, tendo sido feito com tanto sucesso na Ásia nos últimos 18 anos e recentemente lançado um na África. A reação das galerias, artistas, profissionais da arte e da comunidade artística em geral tem sido extremamente positiva e estamos maravilhados com as descobertas que fizemos, mostrando grande profundidade no mercado da arte portuguesa. Este prémio irá ajudar talentos artísticos estabelecidos e novos, mostrando o seu trabalho a um público mais vasto, ao mesmo tempo que angaria fundos substanciais, que iremos utilizar para apoiar crianças desfavorecidas em Portugal. Como uma instituição de caridade líder nas artes e organizadora do maior prémio de arte da Ásia-Pacífico, a SAF está entusiasmada em trazer esta experiência para Portugal”.

Prof. João Paulo Queiroz, Presidente do Conselho de SNBA, disse da iniciativa: “A Sociedade Nacional de Belas Artes tem o prazer de participar neste grande prémio de arte da Sovereign Art Foundation. Juntos temos a certeza de que podemos conquistar uma sociedade melhor com maior consciência social e cultural e apresentar projetos inovadores relacionados às artes visuais.”

Os 30 artistas selecionados serão anunciados em fevereiro de 2022, antes que os jurados concluam uma segunda ronda de avaliações para determinar o vencedor do Grande Prémio. Juntando-se a Joana Vasconcelos, Ai Weiwei e Vincente Todolí no painel de jurados estão: David Elliott - escritor freelance, curador e ex-Diretor Fundador do Mori Art Museum; Tóquio; Maura Marvão - Chefe da Phillips em Portugal e Espanha; Phillippe Vergne - curador francês e diretor do Museu de Arte Contemporânea de Serralves; Tim Marlow - Ex-Diretor Artístico da Royal Academy of Arts.

Detalhes sobre a programação do prémio, processo de nomeação e inscrição, lista de nomeadores e termos e condições estão disponíveis no site da SAF.

Simultaneamente, A SAF vai também organizar o Prémio Sovereign Art Foundation para Alunos, Portugal 2022; um prémio anual que celebra a importância da arte no sistema de ensino e reconhece a qualidade das obras produzidas por alunos do ensino secundário em Portugal. Os professores foram convidados a nomear os seus 5 alunos mais talentosos para inscrever os seus trabalhos online. As obras dos 30 finalistas, selecionados por um júri separado, serão exibidas juntamente com os trabalhos profissionais no Porto e em Lisboa, dando aos visitantes a oportunidade de ver os trabalhos de artistas profissionais ao lado do potencial talento do futuro.

Carla Mouro, CEO da Fundação da Juventude, disse sobre a iniciativa do Prémio dos Alunos: “É com grande satisfação que fazemos uma parceria com a Associação SAF e fazemos parte do Prémio para Alunos da Sovereign Art Foundation, e mal podemos esperar por ver as obras produzidas pelos jovens artistas deste país. Estamos muito entusiasmados por ver que artistas contemporâneos talentosos serão selecionados e exibidos nas belas salas do Palácio das Artes, no Porto. A Fundação da Juventude, desde a sua fundação, está ligada às artes e acredita no potencial dos jovens. A Fundação da Juventude tem desenvolvido muitos programas ligados às artes e a sua sede tem o nome de Palácio das Artes, pelo que estamos muito entusiasmados com esta parceria.”

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
63,954,547
>