"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Fugly editam disco Dandruff

Um hino rock à vida de músico com referências a Frank Sinatra e Silence 4. Podia começar assim a descrição de "Music", o quarto single dos Fugly para o novo álbum Dandruff.


Tens vinte e poucos anos e tocas numa banda que faz um género que se diz morto. A paixão pela música não te dá muito dinheiro, não é respeitada por quem te rodeia, e nem uma cerveja tens no frigorífico. Felizmente tens concertos, em que te podes divertir com os teus amigos no carro com os teus amigos no carro. À tua maneira. Pelo menos não pagas cerveja nos concertos, fazes o que gostas, e vais-te desmultiplicando noutros trabalhos para pagar a renda. É esta a base de "Music", que acompanha a sua propositada ingenuidade lírica com acordes simples e um refrão que se pendura na cabeça como um morcego atarantado, com direito a coro e tudo. 

O rock dos Fugly não tem que enganar, vai buscar as referências certas aos seus antecessores dos 90s, cheira a garagem, a suor, a festa, e à cerveja que lhes falta no frigorífico. Se os encontrarem, ofereçam-lhes uma rodada. 

Dandruff é editado com o apoio da GDA e o selo da Saliva Diva a 18 de março de 2022, em Vinil, CD e formatos digitais. 

DISCO 
Com Millennial Shit, em 2018, os Fugly deram a volta a Portugal, à Europa. A carrinha, o seu panzer do rock turbo negro, ficou demasiado cansada e morreu. Agora têm uma carrinha nova e um álbum novo, que traz consigo um novo mestre dos tambores, Ricardo Brito (esse mesmo). 

Filhos dos anos 90 e adolescentes nos anos 0, cow and chicken e catdog - alguém se lembra do Arnold? aquele do gajo com cabeça de melão, eu curtia bué esse, mas era mesmo difícil de apanhar na tv não sei porquê -, eles querem tudo ao mesmo tempo. 

“Space Migrant” e “Stay in Bed”, singles avançados em antemão, vislumbram uma nova roupagem do garage rock que os caracterizou nos trabalhos anteriores, mas eles não se ficam por aqui. Ao longo de 12 faixas, é desenhado um caminho sinuoso entre músicas de correr rápido, genéricos de desenhos animados, muzak de guitarras cremosas, dedicatórias, dedos do meio e outras coisas, inventem vocês se quiserem. 

A parte mais importante naquilo que é um disco de Fugly são as gargalhadas. É fixe estar feliz e lidar com o stress da renda, de ter um não-trabalho, da namorada, do namorado ou do gato com manchas nos olhos com um sorriso na cara. Este disco dá para rir dos assuntos sérios que daqui a uns tempos vão ser parvos. Pelo menos para eles. 

DATAS
11.03.2022 - CAE, Portalegre
12.03.2022 - Café Avenida, Fafe
17.03.2022 - GreTua, Aveiro
18.03.2022 - Maus Hábitos, Porto
19.03.2022 - Matéria Urgente/Mavy, Braga
25.03.2022 - Salão Brazil, Coimbra
26.03.2022 - Casa da Cultura, Setúbal
02.04.2022 - Galeria Zé dos Bois, Lisboa
  

YouTube
Facebook
Instagram 
Twitter 
Bandcamp 
Spotify 

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
67,710,055