"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

"O Camião das Histórias", edição bilingue solidária

No âmbito da atual situação de guerra vivida na Ucrânia, a ASA acaba de publicar uma edição especial solidária do livro O CAMIÃO DAS HISTÓRIAS, da autoria de Rosário Alçada Araújo (textos), Patrícia Furtado (ilustrações) e com tradução de Olesya Zaruma Biletska.


Depois de uma primeira edição comercial em português, lançada em março, e da edição especial bilingue exclusivamente para oferta a crianças ucranianas acolhidas em Portugal, a editora e as autoras entenderam publicar uma nova versão comercial e doar 2 Euros de cada livro vendido à Associação de Ucranianos em Portugal, ajudando assim as obras de solidariedade social levadas a cabo por esta instituição no âmbito do apoio aos refugiados ucranianos acolhidos em Portugal.

A versão bilingue do livro, que proporciona às crianças ucranianas um primeiro contacto com a língua portuguesa, foi propositadamente concebida com os textos português e ucraniano lado a lado, o que permitirá uma mais rápida identificação das palavras que os pequenos leitores não deixarão com certeza de ir descobrindo.

Rosário Alçada Araújo nasceu em Lisboa, em 1973. Licenciou-se em Direito, mas cedo deixou a vida de jurista, rumo a Londres, onde realizou um mestrado em Sociologia da Comunicação. Foi também aí que se aproximou do mundo da literatura infantil, quer através da frequência de um curso de escrita criativa para crianças, quer pelas suas próprias pesquisas em bibliotecas e livrarias. Em 2002 regressa a Portugal e escreve o primeiro livro para crianças – o qual, em 2003, é recomendado para publicação pelo Prémio Branquinho da Fonseca (Expresso/Gulbenkian). A maioria das suas obras está recomendada pelo Plano Nacional de Leitura. Em 2018, ganhou uma Bolsa de Criação Literária da DGLAB – Ministério da Cultura, ao abrigo da qual escreveu O PAÍS DAS LARANJAS, um romance inspirado no facto histórico que foi a vinda de 5500 crianças austríacas para Portugal após a Segunda Guerra Mundial, no âmbito de um programa da Caritas.

Patrícia Furtado nasceu em Lisboa em 1977. Aprendeu a ler aos três anos e por volta dos seis já ostentava um belíssimo par de óculos. Passava os intervalos das aulas enterrada em livros e nunca tinha os cadernos em dia porque estavam cheios de rabiscos. Escrevia muitas histórias e planeava vir a ser escritora, mas acabou por se virar para as Belas-Artes. Licenciou-se em Design de Comunicação, trabalhou em design gráfico e web design, primeiro num atelier e, depois, por conta-própria. Foi durante a sua passagem pelo The Lisbon Studio que se virou definitivamente para a ilustração editorial e infantil. Desenhou dezenas de capas, ilustrou pilhas de livros e conviveu com alguns dos seus autores favoritos. Em 2020, escreveu e publicou por fim o seu primeiro livro infantojuvenil.

Olesya Zaruma Biletska nasceu em 1986, em Lviv, Ucrânia. Vive em Portugal desde 2004. Licenciou-se em Terapia Ocupacional na Escola Superior de Saúde de Alcoitão, e exerce essa profissão junto da população idosa na Casa da Nossa Senhora do Rosário, em Lisboa. Em 2020 ingressou na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde frequenta o curso de Tradução.

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
93,348,260