"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

Revista NERVO 16

Este é um número especial dedicado à temática “O Comboio e as Viagens” em parceria com a Fundação Museu Nacional Ferroviário. É o primeiro número temático desta publicação.


Será uma viagem com 45 autores, poetas e artistas plásticos, que percorrem o tema em diferentes linguagens estéticas, com o predomínio da poesia, mas incluindo também o ensaio, a literatura de viagens, a pintura, o desenho e a fotografia. A capa é do arquiteto Álvaro Siza Vieira.

Participam nesta edição os seguintes poetas portugueses: A. M. Pires Cabral, Ana Paula Inácio, Andreia C. Faria, António Amaral Tavares, António Barahona, Carlos Poças Falcão, Eduarda Chiote, Fernando Luís Sampaio, Francisco Duarte Mangas, Frederico Pedreira, Inês Lourenço, João Paulo Esteves da Silva, Jorge Roque, José Emílio-Nelson, Luís Filipe Parrado, Luís Quintais, Manuel Afonso Costa, Marco Mackaaij, Margarida Vale de Gato, Marta Chaves, Nuno Júdice, Pedro Mexia, Pedro Stattmiller, Renata Correia Botelho, Rita Taborda Duarte, Rui Cóias, Rui Lage, Sérgio Ninguém, Yvette K. Centeno. A representar os países de língua oficial portuguesa participam os poetas:  Alexei Bueno (Brasil), Gabriela Egavalle (Brasil), José Luiz Tavares (Cabo Verde), Luis Maffei (Brasil), Sérgio Nazar David (Brasil) e Zetho Cunha Gonçalves (Angola).

Os artistas plásticos são os seguintes: Álvaro Siza Vieira, Cristina Troufa, Emerenciano, Flavio Man, Gil Maia, Helena Rocio Janeiro, Mariana Mizarela, Nuno Moreira e Sobral Centeno.

Incluirá ainda um texto de literatura de viagens do escritor Gonçalo Cadilhe sobre uma viagem de comboio no antigo expresso de Brazzaville.

A revista NERVO é um projeto que se iniciou em janeiro de 2018 e que já editou 172 poetas (130 portugueses e 42 estrangeiros). Viajou por 16 países – Angola, Brasil, Cabo Verde, Costa Rica, Cuba, Curdistão, Eslováquia, Espanha, EUA, Holanda, India, Irlanda, Israel, Itália, Marrocos e Moçambique – na busca de novas vozes e novos autores, menos conhecidos do público português.  É a primeira vez que a revista realiza uma parceria com outra instituição e que desenvolve um número temático. Considerou-se o imaginário das Viagens e do Comboio, muito rico e inspirador para os poetas e artistas plásticos o interpretaram de um modo criativo, oferecendo-nos o seu espaço de memórias individuais ou coletivas.

A revista tem periodicidade quadrimestral (janeiro/maio/setembro) e vai entrar no seu quinto ano de publicação regular. É uma publicação independente, com o ideal de um segmento de culto não massificado e um único intuito: a divulgação de poesia contemporânea, procurando alcançar o que de mais aprazível e inovador se escreve e produz no meio literário atual.

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
92,450,231