"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Bolsas, podcasts, prémios e muito mais: levar a cultura de Norte a Sul

Plano de Atividades do Centro Nacional de Cultura oferece até ao final do ano uma programação com uma vasta diversidade cultural e em várias zonas de Portugal.

Maria Calado © Pedro Rocha / Global Imagens

"Para nós a cultura é tanto a memória histórica como a criação contemporânea", diz Maria Calado, presidente do Centro Nacional de Cultura (CNC), cujo Plano de Atividades conta com uma diversa programação até ao final do ano.

Um dos destaques da programação anual é o Prémio Europeu Helena Vaz da Silva. Em colaboração com a Europa Nostra, este prémio pretende reconhecer e premiar trabalhos na área da Cultura e do Património. Em anos anteriores, nomes como Claudio Magris, Orhan Pamuk, Eduardo Lourenço. Bettany Hughes e José Tolentino Mendonça receberam este prémio.

Maria Calado destaca ainda no programa o projeto Disquiet - International Literary Program, que traz a Lisboa um grupo de escritores norte-americanos. Este ano o CNC vai contar com mais 100 escritores que irão garantir sessões literárias ao longo de duas semanas.

Estão ainda previstas atribuições de bolsas com dois programas diferentes: Criar Lusofonia, para bolsas do domínio da escrita em países de língua portuguesa, e Jovens Criadores, uma bolsa das artes para os mais jovens.

O CNC criou também o Ciclo Memória Viva que pretende assinalar as datas mais importantes ligadas a identidades portuguesas, desde o centenário de Eduardo Lourenço até às celebrações dos 50 anos do 25 de Abril, através de vários programas de conferências.

O orçamento para o Plano de Atividades para 2023, embora ainda não confirmado, deve rondar os 760 mil euros, segundo a presidente do CNC. "Há aqui uma diversidade de pensamentos. Temos sócios de há muitos anos que participam, que aconselham e ajudam como o secretário geral das Nações Unidas", diz Maria Calado ao DN.

Quase 80 anos de história

Com quase 80 anos, o CNC lançou durante a pandemia um canal de podcast semanal, que revisita a história do Centro. "Temos um arquivo histórico muito grande, portanto agora também há maneira de recuperar aquela documentação. O podcast pretende divulgar esses momentos para alguns investigadores. E tudo é importante", afirmou Maria Calado.

Na conversa com DN, a presidente do CNC recordou o momento em que se mudaram para o edifício na Rua António Maria Cardoso e descobriram uma passagem subterrânea. "É uma história engraçada. Descobrimos que havia um túnel que ligava os dois edifícios e este era utilizado pelos membros do CNC para se esconderem da PIDE".

Para a presidente, a longa história do Centro Nacional de Cultura é uma grande responsabilidade de perpetuar. Nestes anos, contou com participação de personalidades da cultura portuguesa como Sofia de Mello Breyner, Francisco Sousa Tavares ou António Alçada Baptista, tendo como um dos seus fundadores, em 1945, o arquiteto Gonçalo Ribeiro Telles.

Plano de atividades 2023

Disquiet - International Literary Program
Entre 25 de junho e 7 de julho em Lisboa e 9 a 15 de julho em Loulé

Prémio Europeu Helena Vaz da Silva
Para a divulgação do património cultural - sem data

Visitas Culturais - Ao longo do ano
• Passeios de Domingo
• Itinerários em Lisboa para crianças e jovens
• Lugares sublimes
• Os Portugueses ao Encontro da sua História
• Viagens Culturais Tryart

Bolsas
• Criar Lusofonia
• Jovens Criadores

Cursos Livres
• Cursos Livres
• Jornal Falado
• Conferências do Chiado
• Festival Bibliotecando - 5 e 6 de maio

Ciclo Memória Viva
• Projeto Eduardo Lourenço
• Centenário de Nuno Teotónio Pereira - entre fevereiro e maio
• De abril a abril - Retomar a vaga - entre abril de 2023 e 2024

Produção, Comunicação e Gestão de Conteúdos
• Portal e-Cultura
• Cultura no Chiado / e-Chiado
• Blogue Raiz & Utopia
• Canal de Podcast 75 anos nas Artes, nas Letras e nas Ideias
• Bolsa das Artes
• Poems from the Portuguese
• Portugal visto por escritores contemporâneos
• Caminhos de Fátima
• Eduardo Lourenço
• António Alçada Baptista
• Helena Vaz da Silva
• Mário Ruivo
• Acervo do Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais

Cultura Solidária
• Ver pela Arte
• Artes e letras na Prisão

Cooperação Internacional - Parcerias e Redes Culturais
• Europa Nostra
• UNESCO
• ALIAC - Associação Luso-Indonésia para a Amizade e Cooperação
• ACCR - Association des Centres Culturels de Rencontre
• Culture Action Europe
• DOCOMOMO Internacional
• ENNHO - Rede Europeia de Organizações para a Defesa do Património
• Fundação Europeia de Cultura
• The Lisbon Consortium
• Associação Yehudi Menhuin Portugal

Portugal / Brasil
• Real Gabinete Português de leitura
• CRER - Caminho Religioso da Estrada Real
• Fundação de Jorge Amado
• Rede dos Centros Culturais Instalados em Sítios Históricos
• Rede Le Dimore del Quartetto
• Rede Portuguesa da Fundação Anna Lindh
• MAG - Marques de Aguiar

Edições
• Descobertas
• Coleção Diários de Viagem
• Coleção Portugal e o Mundo: o Futuro do Passado
• Peregrinação pelas Igrejas de Lisboa
• Roteiros dos Caminhos de Fátima 

 


por Mariana de Melo Gonçalves in Diário de Notícias | 21 de março de 2023
Notícia no âmbito da parceria Centro Nacional de Cultura | Jornal Diário de Notícias
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
92,445,813