"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

Estreia poética de Filipa da Rocha Nunes, com um «exercício de dissecação memorialística»

Uma edição Guerra e Paz, para ler ao som de reggaetónCouro Fresco chega à rede livreira nacional a partir do próximo dia 4 de abril de 2023.

Desde almoçar numa esplanada ao Sol durante a pausa do trabalho, comer uma torrada com manteiga no dia em que se discute o Orçamento do Estado, analisar a cor vermelha de umas botas de couro em Paços de Ferreira, «a cidade com mais ferraris por habitante», até contar as 1439 fotografias do mar que se tem no telemóvel, assim vive Couro Fresco, estreia poética de Filipa da Rocha Nunes que atravessa referenciais e contextos geográficos, num exercício da dissecação da memória como método para elevar a pequenos feitiços os espaços e as ações mundanas, numa linguagem escorreita que traz para a poesia a pincelada das restantes belas-artes, da arquitetura à música, passando pelo cinema e, sempre, pela pintura.

Couro Fresco
Filipa da Rocha Nunes
Ficção / Poesia
94 páginas · 15x20 · 12 €
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
93,304,732