"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

O festival de cinema que nos mostra como as mulheres vêem o Mediterrâneo faz dez anos

A partir desta quinta-feira, o festival de cinema Olhares do Mediterrâneo desdobra-se entre o Cinema São Jorge, a Cinemateca, o ISCTE e o Goethe-Institut, em Lisboa. A seguir viaja até Setúbal.

You Resemble Me, de Dina Amer, abre a décima edição do festival DR

O Olhares do Mediterrâneo – Women Film Festival chega à décima edição. Só que não há uma festa grande, nem um evento especial que celebre a longevidade deste festival composto exclusivamente de cinema feito por mulheres na bacia do Mediterrâneo. "Até tínhamos pensar fazer qualquer coisa", conta a co-diretora, a tradutora Sara David Lopes "mas acabámos por não conseguir fazer como queríamos e optámos por apenas assinalar que são dez anos".

O festival sediado em Lisboa, onde terá como poisos o Cinema São Jorge, a Cinemateca, o ISCTE e o Goethe-Institut, arranca esta quinta-feira e estende-se até à próxima semana, terminando no dia 16 – a seguir, de 17 a 19, instala-se em Setúbal. O filme de abertura, You Resemble Me, de Dina Amer, que passa no São Jorge, tem produção executiva de Spike Lee e Spike Jonze, bem como de Riz Ahmed e Alma Ha'rel. É inspirado nos tempos de Amer como jornalista da Vice News, organização para a qual cobriu em 2015, na ressaca dos atentados terroristas em Paris, um raide policial em Saint-Denis. A narrativa oficial que então reproduziu sobre Hasna Aït Boulahcen, retratando-a como "a primeira mulher bombista suicida da Europa", revelar-se-ia falsa. O filme "trata da radicalização de mulheres ocidentais que vivem em França", conta a diretora.

O encerramento fica a cargo de Watchtower (2012), da turca Pelin Esmer, na Cinemateca. "Foi o primeiro filme que passámos na abertura da primeira edição dos Olhares. É um encerramento simbólico e sentimental", explica Sara David Lopes.

Serão, ao todo, quase 60 filmes de 22 países, divididos por várias secções: as competições de longas e de curtas-metragens; Começar a Olhar, para os filmes de escolas; e Travessias, dedicada a filmes sobre migrações, racismo e colonialismo. Para a competição de longas-metragens, cujo júri é composto por Amal Ramsis, Amaya Sumpsi e Irina Pampim, foram seleccionados The Matchmaker, de Benedetta Argentieri, documentário sobre Tooba Gondal, a mulher britânica que levou muitas mulheres ocidentais a juntarem-se ao dito Estado Islâmico, The Wedding Parade, da curda síria Sevinaz Evdike, centrado em três jovens na fronteira entre a Síria e a Turquia, bem como Foragers, da palestiniana Jumana Manna.

Sobretudo tendo em conta a atual ofensiva israelita na Faixa de Gaza, a organizadora comenta que é um filme fortíssimo. "Não abordando o conflito [israelo-palestiniano] diretamente, mostra o impacto que tem no quotidiano das pessoas. Os palestinianos querem colher uma erva que usam na cozinha, mas não estão autorizados a entrar nos campos em Israel, e os israelitas aproveitam essa necessidade para cultivar e vender mais caro", elabora.

A competição de longas-metragens completa-se com Quatro Mulheres ao Pé da Água, de Cláudia Clemente, com Maria do Céu Guerra, Ana Padrão ou Miguel Borges, e Uma Situação Temporária, de Ânia Bento, "sobre as questões da habitação", que servirá de mote para um debate.

O festival vai crescendo aos bocadinhos, edição após edição, nota Sara David Lopes: "Continua a ser um desafio muito interessante, conseguimos concretizar bastante com pouco, com recursos limitados a vários níveis. Temos tido um crescimento gradual, mas cauteloso, porque também não queremos dar passadas maiores do que a perna", resume. No ano passado, passou a haver um país convidado, nesse caso o Líbano. Este ano será a Turquia, celebrada num programa que leva à Cinemateca "20 anos de cinema turco".

A décima edição traz também com ela um novo programa, chamado Indústria. Consistirá em três atividades sobretudo destinadas a "profissionais do meio, com uma masterclass e um workshop de escrita criativa, além de um debate sobre programação de festivais de cinema para mulheres". Benedetta Argentieri, responsável por The Matchmaker, dá a masterclass, enquanto Cláudia Clemente, de Quatro Mulheres ao Pé da Água, orientará o workshop.


por Rodrigo Nogueira in Público | 8 de novembro de 2023
Notícia no âmbito da parceria Centro Nacional de Cultura | Jornal Público

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para o festival Curtas Vila do Conde

Em parceria com o Curtas Vila do Conde, oferecemos convites duplos para as sessões de cinema a decorrer dia 13 de julho, no Teatro Municipal de Vila do Conde, onde serão exibidos os filmes "O Segredo dos Perlimps", "Uma Imagem Permanente" e "Estamos no Ar".Findo o passatempo, anunciamos aqui os nomes dos vencedores!

Passatempo

Ganhe convites para a antestreia do filme "Memória"

Em parceria com a Films4You, oferecemos convites duplos para a antestreia do drama emocional protagonizado por Jessica Chastain, "MEMÓRIA", sobre uma assistente social cuja vida muda completamente após um reencontro inesperado com um antigo colega do secundário, revelando segredos do passado e novos caminhos para o futuro.

Visitas
94,044,658