"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Teatro Nacional São João celebra os 50 anos do 25 de abril com programação especial

O TNSJ associa-se às comemorações oficiais do cinquentenário da Revolução dos Cravos com um programa especialmente dedicado à efeméride. Destaque para a estreia da nova produção própria da casa: Fado Alexandrino, de António Lobo Antunes, com encenação e dramaturgia de Nuno Cardoso.

© João Tuna

O 50.º aniversário da Revolução dos Cravos marca a programação do Teatro Nacional São João para este ano. Na nova produção própria da casa, Nuno Cardoso leva à cena aquele que é considerado o grande romance sobre o 25 de Abril: Fado Alexandrino, de António Lobo Antunes. O diretor artístico do TNSJ transforma o palco num grande mural para interrogar a nossa história recente, com um espetáculo produzido em parceria com o Teatro Circo de Braga, o Teatro Aveirense, o Centro Cultural de Belém e o Théâtre National du Luxembourg. Fado Alexandrino estreou-se a 5 de abril no Teatro São João, onde está em cena até ao dia 28. Segue depois numa digressão nacional com paragens em Lisboa, Aveiro, Braga e Faro.

E se ainda vivêssemos em ditadura, como seria? É o que pergunta Ricardo Alves em O 25 de Abril Nunca Aconteceu, uma distopia-homenagem aos valores da liberdade e da democracia. Nos 50 anos do 25 de abril, o TNSJ convidou a companhia portuense Teatro da Palmilha Dentada a aventurar-se numa ficção distópica sobre a data histórica para a democracia portuguesa. O espetáculo estreou-se a 11 de abril no Teatro Carlos Alberto e fica em cena até ao dia 27.

O Centro Educativo do São João associa-se também à celebração do cinquentenário do 25 de abril, dedicando à Revolução a sexta edição do projeto Visitações, o seu projeto-âncora. Com texto e coordenação artística de Cátia Pinheiro e José Nunes, Visitações: Revolução reúne 130 alunos de oito escolas da Área Metropolitana do Porto. A ritmar os questionamentos dos jovens estará a rapper portuense Capicua, que colabora na dramaturgia. As apresentações públicas do projeto acontecem no palco do Teatro São João nos dias 4 e 5 de maio. Outros projetos do Centro Educativo, como os Clubes de Teatro dos 8 aos 88 e as Leituras no TeCA, também se associam ao programa comemorativo do TNSJ.

Já nos dias 31 de maio e 1 de junho, o Teatro São João recebe a nova produção do Teatro Nacional D. Maria II: Quis Saber Quem Sou, com texto e encenação de Pedro Penim. A meio caminho entre o concerto e a peça de teatro, o espetáculo revisita as canções da Revolução, mas também as histórias pessoais das gerações que fizeram o 25 de abril, projetando-as nas vozes e nos corpos de jovens atores/cantores.

A celebração dos 50 anos de democracia portuguesa continua na próxima temporada artística do TNSJ com a estreia, a 3 de outubro, no TeCA, de As grandes comemorações oficiosas do período histórico habitualmente conhecido como PREC. Com direção de Gonçalo Amorim e Rui Pina Coelho, o espetáculo é produzido pela comissão de Festas Populares do Teatro Experimental do Porto em parceria com o TNSJ.

Mais informações no dossier em anexo ou em tnsj.pt/25deabril:50anos.

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para a antestreia de ORIGIN, DESIGUALDADE E PRECONCEITO

Em parceria com a PRIS Audiovisuais, oferecemos convites duplos para a antestreia do filme "ORIGIN" - drama da realizadora Ava DuVernay, nomeado ao Leão de Ouro no festival de Veneza. A antestreia realiza-se em Gaia e Lisboa, no próximo dia 29 de maio, às 21h30. Participa e habilite-se a ser um dos felizes contemplados!

Visitas
92,240,662