"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Festivais

Idanha convida a acompanhar em casa o Fora do Lugar

O Fora do Lugar 2020, Festival Internacional de Músicas Antigas, vai decorrer em Idanha-a-Nova de 20 de novembro a 6 de dezembro, com uma grande parte da proposta "em casa" (online) e outra mais reduzida e limitada "no lugar" (presencial).

20 Nov a6 Dez

Idanha-A-Nova


Numa edição adaptada a estes tempos, o 9º Fora do Lugar apresenta sobretudo músicos e projetos nacionais, em concertos que podem ser acompanhados através do Facebook (facebook.com/foradolugar/live) e do Youtube (youtube.com/artedasmusas).

A programa de concertos online abre nos dias 20 e 21 de novembro, com duas propostas dedicadas a Johann Sebastian Bach. O concerto de abertura, já esta sexta-feira, pelas 21h30, fica nas mãos, dedos e fole de João Barradas e do seu acordeão. No dia seguinte, Miguel Amaral e Pedro Rodrigues, dois dos maiores expoentes contemporâneos da guitarra portuguesa e da guitarra clássica, trazem-nos o seu primeiro projeto em comum, Khitar 12.6, num virtuoso programa dedicado a Bach, encomendado especialmente para o Fora do Lugar.

No dia 27 de novembro, pelas 21h30, há concerto do grupo Üryan, composto por Raquel Reis (violoncelo), Tiago Santos (percussão) e Gulami Yesidal (saz e voz), músico turco que vive em Portugal há cinco anos e lidera esta visita às cores, sons e cheiros da sua Anatólia. No dia 28, o músico Carlos Rodrigues, também conhecido por Kabeção, estará Fora do Lugar com o seu invulgar e apaixonante instrumento, o handpan.

O último fim de semana do Fora do Lugar 2020 começa com um concerto do ensemble português O Bando de Surunyo, dirigido pelo alaudista Hugo Sanches, no dia 4 de dezembro, pelas 21h30.

Esta 9ª edição do festival termina com Galandum Galundaina de Paulo Preto, Paulo Meirinhos, Alexandre Meirinhos e João Pratas (5 de dezembro, 21h30). Um projeto que faz parte da genealogia de uma região, as terras de Miranda, com um património musical e etnográfico único.

A organização promove ainda um conjunto alargado de atividades paralelas de 20 de novembro a 6 de dezembro, nas áreas da natureza, educação, gastronomia, cinema e webinars.

O Fora do Lugar é um projeto da Arte da Musas (estrutura financiada pela Direção-Geral das Artes) com a parceria do Município de Idanha-a-Nova, Cidade Criativa da Música da UNESCO.

O diretor artístico do Fora do Lugar, Filipe Faria, explica que se quis “assumir um exemplo de regresso à normalidade - ou a um novo normal ainda em construção -, contribuindo para que o tecido cultural e artístico recupere do tsunami que brutalmente o afetou.

Redesenhámos integralmente a programação 2020 e recebemos, agora, músicos portugueses (ou residentes em Portugal) para mais uma programação tão irreverente como surpreendente”.

Um objetivo alinhado com a estratégia de Idanha-a-Nova, enquanto Cidade Criativa da UNESCO na Música. “Ao longo dos anos, a ligação entre a dimensão global da música e a experiência de a vivenciar nas terras de Idanha tornou o Fora do Lugar especial, ousado e inovador. Este ano, com um programa que pode ser acompanhado a partir de casa, voltará a revelar um território que se reinventa e persiste em trilhar um caminho feito de legados, mas de rosto voltado para o futuro”, afirma Armindo Jacinto, presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para o concerto de Théo Ceccaldi e Roberto Negro

Ceccaldi e Negro são duas estrelas em ascensão no panorama do jazz europeu e sobem ao palco do Auditório de Espinho no dia 27 de novembro (sexta-feira), para um concerto muito especial. Findo o passatempo, anunciamos aqui os nomes dos vencedores! 

Visitas
55,203,852
>