"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Teatro e Dança

Teatro do Bairro reabre com a estreia de "Bodas de Sangue", de Lorca

"Bodas de Sangue" é a última das três obras de Federico García Lorca que António Pires encenou de Trilogia Dramática da Terra Espanhola. Um ciclo que António Pires encarou como se de um único corpo artístico, dramático e trágico, se tratasse, assegurado pelo mesmo elenco de doze atores.

20 Abr a30 Abr

Teatro do Bairro Alto
R. Ten. Raul Cascais 1A, 1250-268 Lisboa

Reagendado em 2020 devido ao aparecimento da pandemia, Bodas de Sangue não logrou estrear-se no palco do Teatro São Luíz, coprodutor desta Trilogia, como estava previsto acontecer em Fevereiro deste ano. O espetáculo que apenas chegou ao público em transmissão online na sala virtual do TMSL, faz agora a sua estreia no palco do Teatro do Bairro, marcando a sua reabertura no novo desconfinamento.

Absolutamente convicto da necessidade de um regresso à atmosfera trágica mediterrânica no seu projeto dramatúrgico, Lorca adiantou ao público, nas suas últimas entrevistas, os títulos das três obras que o efectivariam: Bodas de Sangue, Yerma e A Destruição de Sodoma. As duas primeiras figuram, hoje, entre as suas obras-primas. Bodas de Sangue é a tragédia da infidelidade, da paixão e do desejo, em conflito com as regras do dever, do tempo e da sociedade. Yerma é a tragédia da mulher estéril. Já quanto a A Destruição de Sodoma, a morte prematura do poeta e dramaturgo impediu-o de levar a sua missão até ao fim, tendo apenas escrito o seu início, apenas ficando a salvo uma cena que, apesar de curta, contém um diálogo coral que revela aspectos globais do seu projecto trágico, o que nos deu pistas para uma apresentação que cruza as artes cénicas com as plásticas.

M/12 . Dur aprox 90m

Ficha Artística
Encenação ANTÓNIO PIRES
Com ALEXANDRA SARGENTO, CAROLINA CAMPANELA, CAROLINA SERRÃO, FRANCISCO VISTAS, HUGO MESTRE AMARO, JAIME BAETA, JOÃO BARBOSA, JOÃO MARIA, MARINA ALBUQUERQUE, MARIANA BRANCO, SOFIA MARQUES, RITA DURÃO.
Texto FEDERICO GARCIA LORCA
Tradução ORLANDO VITORINO e AZINHAL ABELHO (Yerma) LUÍS LIMA BARRETO (A Destruição de Sodoma) CECÍLIA MEIRELES (Bodas de Sangue)
Música PAULO ABELHO e JOSÉ AVELINO
Cenografia JOÃO NUNES e IÑAKI ZOILO (Yerma) JOÃO MENDES RIBEIRO (A Destruição de Sodoma) MANUEL AIRES MATEUS e SIA ARQUITECTURA (Bodas de Sangue)
Figurinos LUÍS MESQUITA
Desenho de luz RUI SEABRA
Assistente de Luz ZECA CAMACHO
Desenho de som PAULO ABELHO
Assistente de som JORGE FERREIRA
Movimento PAULA CARETO
Assistente de Encenação MIGUEL BARTOLOMEU
Caracterização IVAN COLETTI
Costureira ROSÁRIO BALBI
Assistente de Figurinos ROBERTA AZEVEDO GOMES / CATARINA VICENTE
Construção cenário FÁBIO PAULO
Assistente de construção – ROBERTO MOTA
Apoio de cena – AFONSO LUZ
Bilheteira SOFIA ESTRIGA
Ilustração JOANA VILLAVERDE
Fotografias de Cena MIGUEL BARTOLOMEU
Direção de produção IVAN COLETTI
Administração de produção ANA BORDALO
Comunicação MARIA JOÃO MOURA
Produtor ALEXANDRE OLIVEIRA
Produção AR DE FILMES / TEATRO DO BAIRRO
Co-produção TEATRO MUNICIPAL SÃO LUIZ e GALERIA GRAÇA BRANDÃO

12€. 7€ ( <25 >65 e profissionais do espectáculo) . 5€ (portadores de Cartão de Amigo e quarta-feira, dia do espectador)
Os bilhetes em www.bol.pt e postos de venda aderentes. Mais Info e Reservas Teatro do Bairro: (dias úteis 14h00-19h00) 21 3473358 ou 91 3211263.
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
58,517,900
>