"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Concertos

Branca Lescher faz concerto com a participação especial de Fred Martins

Branca Lescher está de regresso a Portugal, dois anos depois. A cantautora vai se apresentar no dia 4 de dezembro, na Pharmácia Musical, em Lisboa, com a participação especialíssima de Fred Martins.

4 Dez   |  21h00

Pharmacia Musical
R. Damasceno Monteiro 45, 1170-253 Lisboa, Portugal

No alinhamento do concerto, além de canções autorais como “Rapaz da Aldeia” (que também é seu novo single), Branca vai interpretar clássicos de Tom Jobim e Vinicius de Moraes. A artista vai participar ainda do “Saraudelas” e do “Mulherio das Letras de Portugal” (Coletivo Literário Feminino para divulgação de autoras lusófonas).

A cantora, compositora e poeta brasileira Branca Lescher esteve em Portugal por quatro vezes em 2019. Além de ter se apresentado nas cidades de Lisboa, Coimbra, Braga, Guimarães e Porto e ser considerada “Artista FNAC revelação” daquele ano, também participou do IV Festival de Poesia, foi convidada a actuar na abertura do MIMA (Museu Internacional da Mulher de Lisboa) e gravou uma das faixas do seu álbum “Eu não Existo”: “Bailado”, música que contou com as participações da cantora Cristina Claro e de Bernardo Couto (guitarra portuguesa) o que garantiu a sonoridade tipicamente lusitana à canção que também ganhou um vídeo gravado em Portugal.

Dois anos depois, a artista regressa a Portugal com sua agenda igualmente cheia: no dia 2 de dezembro vai participar do “Saraudelas”; no dia 3 de dezembro do “Mulherio das Letras de Portugal” (Coletivo Literário Feminino para divulgação de autoras lusófonas) e, finalmente, no dia 04 de dezembro fará um concerto na Pharmácia Musical, em que Branca vai apresentar músicas autorais, entre elas o samba/bossa “Rapaz da Aldeia”, que também é seu novo single, clássicos de Vinicius de Moraes e Tom Jobim, além de inserir ao alinhamento algumas de suas poesias e crônicas. Os músicos brasileiros radicados em Portugal, Marcelo Castilha (ao piano) e Wagner Barbosa (baixo e guitarra) irão acompanhá-la neste concerto que vai contar com a participação especial do compositor e cantor brasileiro Fred Martins. Juntos, Fred e Branca irão cantar “Poema Velho” e “Estranha Flor”, ambas de autoria de Fred Martins, e a canção “Joy”, a mais recente composição de Branca Lescher que logo será lançada nas plataformas digitais.

Branca Lescher é uma cantora minimalista, tem voz delicada e entoa os versos quase como se estivesse falando, o que revela muito da sua afinidade com a estética musical da vanguarda paulista, como bem definiu o crítico musical brasileiro Carlos Calado.
“Comecei a cantar desde sempre e a estudar canto também. Comecei cantando os clássicos americanos e muita bossa nova, mas sou da geração dos anos 80 e a vanguarda paulistana foi a música da minha adolescência, o que fica claro no meu modo de cantar, quase falado. Compor foi um processo natural que anda de mãos dadas com a escrita e com a poesia. As letras das canções são sempre minhas e em algumas também criei a música. Sem ser clichê, a vida só faz sentido para mim se puder me expressar artisticamente, seja cantando, compondo ou escrevendo.”, pontua Branca.

Um pouco mais sobre Branca Lescher:
A Branca Lescher é brasileira, nascida na cidade de São Paulo. Advogada, mediadora e ex-professora de Direito, a artista ainda assume trabalhos eventuais nessa área, mas nos últimos anos a música e a literatura tornaram-se prioritárias em sua vida.

Publicou seu primeiro livro de poemas “Fibromialgia” em 2016, e depois, com o “Senhoras Obscenas”, um coletivo de 70 poetas do qual faz parte, editou mais três coletâneas de poesia. Durante a pandemia publicou em diversos coletivos de poesia e tem participado de oficinas de escrita criativa de crônicas.

Já a discografia de Branca Lescher conta com quatro discos, sendo dois de interpretações de clássicos da MPB, de samba e bossa nova, lançados em 2002 e 2005. Depois vieram os autorais: o primeiro, "Branca" (2017), e o segundo “Eu não existo” editado em 2020, que contou com os arranjos de Marcelo Segreto da Filarmônica de Pasárgada, e com as participações especiais dos músicos brasileiros Toninho Ferragutti e Swami Jr, e dos portugueses Cristina Clara e Bernardo Couto, e recebeu excelentes críticas da imprensa.

Atualmente Branca está a divulgar o novo single “Rapaz da Aldeia”, um samba/bossa em parceria com Sérgio Bello, com a participação do músico Zeca Loureiro, que além de cantar a parte em inglês da canção, toca violão, guitarra e fez parte da elaboração do arranjo. E também a se dedicar as suas crônicas e contos, o que a levou a ser indicada ao Prêmio Off-Flip 2021 (evento paralelo e complementar à FlIP).

Reservas: musical.pharmacia@gmail.com

Acompanhe Branca Lescher:Site oficial:
https://www.brancalescher.com
Instagram 
Facebook 
YouTube 

Agenda
Teatro e Dança

Feira de Outubro

AMAS - Auditório Municipal António Silva 27 Nov   |  21h00

Concertos

Maria Reis

Teatro Viriato 27 Nov   |  21h00

Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
62,831,338
>