"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Moda e Beleza

A Praça: lugar de todos os Desfiles - Moda (IN)sustentável 1

A 14 de julho, o Mercado Municipal de Braga transforma-se numa passerelle, no evento A Praça: Lugar de Todos os Desfiles. Ao abrigo do projeto COMPRAÇA, da Passeio – Plataforma de Arte e Cultura Urbana do CECS/UMinho, discute-se moda e sustentabilidade, numa iniciativa que conta com a participação dos vendedora(e)s e funcionária(o)s do mercado, que irão desfilar na Praça.

14 Jul 2022  |  10h00

Braga - Mercado Municipal
Braga

A segunda edição do Moda (IN)sustentável pretende levar os conceitos de slow e local para o centro da discussão, associando o lugar das trocas comunicacionais por excelência da cidade, com a comunicação de moda. O evento conta com uma roda de conversa, exposição de roupa e um desfile, com marcas portuguesas e brasileiras com práticas de sustentabilidade. Sendo uma organização da Passeio, a iniciativa tem a colaboração do Departamento de Engenharia Têxtil, da UMinho, e o apoio da Câmara de Braga.

Para mais esclarecimentos, contactar as coordenadoras da Passeio:
Helena Pires (hpires@ics.uminho.pt, 919 293 586) e Zara Pinto-Coelho (zara@ics.uminho.pt ,967 279 379).

Programa
Título: A Praça: Lugar de Todos os Desfiles
Sub-título: Moda (IN)sustentável 2
Praça – Mercado Municipal de Braga
14 de julho, 2022

9.45 | Loja do Mercado – Receção
10.00 | Loja do mercado– O que pode a comunicação de moda (IN)sustentável? Roda de conversa com:
Alice Araújo (Obi Clothing) — fundou, juntamente com Cristina Covas a Obi Clothing, uma marca de roupa que, segundo as criadoras, surgiu da necessidade, enquanto consumidoras de criar vestuário “com bons materiais e acabamentos cuidados, confortável, diferenciador e durável no tempo (quality over quantity).”

Cátia Santos (Let’s Swap) — Naturalmente curiosa, de sorriso fácil e cheia de vontade de deixar uma pegada positiva no mundo. Cátia Santos é co-fundadora do Let’s Swap, um movimento criado em 2018, no Porto, que organiza mercados de trocas de roupa com o objetivo de criar uma alternativa à Fast Fashion e promover uma economia circular, sensibilizando a comunidade para um consumo mais consciente a nível social e ambiental e mostrando que há outras formas de consumir roupa.

Luciana Bulcão (Dona Rufina) — Idealizadora da marca brasileira Dona Rufina, de acessórios de moda, é pesquisadora de moda e de território, mestre em Design Estratégico pela Unisinos e MBA em Gestão de Negócios de Moda pela universidade madrilena Esden, em Espanha. Nascida no pampa gaúcho, a sua curiosidade e inquietude a fizeram ir atrás de um sonho: trabalhar com moda e com o que é originalmente gaúcho.

José Lima (Ideal & Co) — pegou, juntamente com Rute Vieira, em 2012, num negócio de taninos, que vinha já desde a família de Rute. Sendo ambos fashion designers, especializaram-se na produção local de acessórios de moda, com recurso a taninos vegetais, obtidos a partir de casca de árvore.

Marita Moreno (Marita Moreno) — é a pessoa por trás da marca com o mesmo nome. Especializada em acessórios de moda, a criadora foi recentemente distinguida com o Sustainable Fashion Innovation Awards na categoria sapatos e o prémio de Melhor Marca Sustentável de Acessórios de Moda do Norte de Portugal.

Sérgio Gameiro (Wetheknot) — é um fashion designer, licenciado em Design e Marketing de Moda, pela Universidade do Minho. Sérgio e Filipe (designer gráfico) são os criadores da Wetheknot. A inspiração para a criação partiu da vontade de criar um produto que eles próprios gostassem de usar, fazendo-o da forma mais sustentável possível.

Cristina Broega (Universidade do Minho) — Docente da Universidade do Minho em Guimarães Portugal, leciona no curso de Design e Marketing da Moda e no Mestrado em Design e Marketing Têxteis nas disciplinas: Design de Vestuário, Design de Acessórios de Moda (Calçado), Preparação de Coleções e Conforto e Fisiologia de Vestuário. Diretora do Mestrado de Design de Comunicação de Moda.

Albertino Gonçalves (Universidade do Minho) — Doutorado em Sociologia, em 1994, é Professor Associado com Agregação na Universidade do Minho. Ensina e investiga em sociologia da cultura e da arte. Foi o responsável pela criação na Universidade do Minho do mestrado em Sociologia dos Estilos de Vida e do Mestrado em Comunicação, Arte e Cultura, em articulação com Moisés Martins, do departamento de Ciências da Comunicação. Entre a sua obra constam as publicações Impactos Económicos e Sociais. Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura (com Rui Vieira de Castro, Francisco Carballo-Cruz, João Cerejeira e Luís Amaral, 2013); A Idade de ouro do postal ilustrado em Viana do Castelo (2011) e Vertigens. Para uma sociologia da perversidade (2009).

Moderação — Helena Pires (CECS/Universidade do Minho) & Francisco Mesquita (CECS/Universidade do Minho & Universidade Fernando Pessoa)

12.00-15.00 (Intervalo)
15.30 | Corredor das lojas – A Praça a desfilar
Vendedores e funcionários da Praça experimentam ser modelos por um dia, desfilando em pleno Mercado looks de marcas com práticas de sustentabilidade. Do produto local, para a moda artesanal. Um conceito slow, que aponta novos caminhos de produção e consumo.

Vendedores e funcionários participantes — Ana Jesus Costa, Clara Vilela, Emília Santos, Jacinta Rei, Lúcia Gonçalves, Paula Faria, Paulo Jorge Torres, Rosa Oliveira, Sara Carreira, Secundino Brandão, Sónia Esteves, Teresa Cunha, Teresa Pinto.

Conceção e coreografia do desfile — Madeleine Müller (Stylist e Professora no Curso Design de Moda da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), Unidade Porto Alegre, Brasil)
Cabeleireiro e maquilhagem — Esprominho
Produção de som — Diogo Gomes (aluno do MCAC/Uminho)

16.00 | Fontenário Um carrocel de memórias – cerimónia de homenagem a Maria Gabriela Gama
Partilha de testemunhos & Apontamento musical, com Francisco Carneiro e Carolina Picas Magalhães, interpretando Reinghold Glier, dueto para violino n.º 9, op. 49.

Francisco Carneiro — nasceu em Braga no ano de 2000 e em 2006 ingressou no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga. Frequentou o Conservatório até ao 12º ano onde finalizou o oitavo grau em Violino. Em 2021 licenciou-se na Escola Superior de Música de Lisboa em Violino. Está sediado em Roterdão onde frequenta o Mestrado em Composição para Cinema na Codarts University.

Carolina Picas Magalhães — nasceu no Porto no ano de 2001 e em 2007 iniciou os seus estudos de violino no Conservatório de Vila do Conde. Em 2012 ingressou no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga onde terminou o 12° ano e 8°grau. Em 2018 mudou-se para Basileia, onde fez o PreCollege e dois anos de licenciatura na Musik Akademie der Stadt Basel. Atualmente, estuda em Zurique na ZHdK, onde frequenta o seu 2°ano de licenciatura.

16.30| Loja do Mercado – Verde de Honra

Durante toda a jornada: Mostra de sustentabilidade
Exposição de roupas e acessórios das marcas participantes.
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para a antestreia do filme "BANDIDO"

Em parceria com a PRIS Audiovisuais, oferecemos convites duplos para a antestreia do novo filme de Allan Ugar, que terá lugar no próximo dia 3 de outubro, em Gaia e Lisboa. Participe e habilite-se a ser um dos felizes contemplados!  

Visitas
70,589,729