"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Património Material

Café Calcinha

Distrito: Faro
Concelho: Loulé

Tipo de Património
Património Material
Classificação
IIM Imóvel de Interesse Municipal
Descrição

O Café “Calcinha”, inicialmente Café “Central”, carioca de origem, é réplica perfeita de um seu congénere brasileiro que Prazeres & Reis trouxe e implantou na vila, em 1927.

Toda a conceção interior, fortemente acentuada pelas sancas de madeira genuína do Brasil, reproduziam uma ambiência fiel de um certo cosmopolitismo que começou a despontar por influência da “Bélle Époque”.

O Café Central, de José Domingos Cavaco (de alcunha “Calcinha”) abriu as suas portas a 5 de Junho de 1929. O local escolhido para a sua implantação não podia ser mais central, já que a Praça da República era, e continua a ser, a zona mais concorrida da então vila de Loulé.

Equipado com o primeiro bilhar que veio para o Algarve, em meados dos anos 30, no espaço interior distribuíam-se mesas com tampo em pedra, apropriadas para o lazer ou para tratar de negócios.

Inicialmente frequentado por uma clientela selecionada, o Café foi abrindo, com o tempo, a frequentadores mais populares. Espontaneamente, dividiam-se em dois grupos distintos: os ricos ou mais “finos”, na direita e os pobres na ala esquerda.

No decurso da sua história muitos foram os nomes importantes da vila que o frequentaram, tais com Frutuoso da Silva, Bernardo Lopes, Bexiga Peres, Pedro de Freitas, José Magalhães, entre outros. Contudo, nenhum deles atingiria a notoriedade de António Aleixo, que neste café “disse” algumas das suas melhores quadras. Uma estátua em bronze, da autoria de Lagoa Henriques, colocada junta à porta do estabelecimento reflete a ligação profunda entre o poeta e o Café Calcinha.

Nos finais de 1976, Joaquim Prado tomou conta do Calcinha até aos dias de hoje.

Em termos arquitetónicos, o Café Calcinha é um imóvel com proporções equilibradas, não só, relativamente ao dimensionamento do lote onde se insere, como também, à componente urbanística de continuidade para a definição do espaço público envolvente. Os elementos de carácter decorativo apresentam sobriedade, muito embora, representem a valorização e creditação das intervenções urbanas da época. É o único edifício ainda existente na Cidade inserido na chamada Art Déco.  

O Café Calcinha foi classificado como Imóvel de Interesse Municipal em 2012.

Em 2014 a Câmara Municipal de Loulé adquiriu este imóvel com o objetivo de preservar a sua identidade.

O Café Calcinha assinala os 90 anos no próximo dia 5 de junho e integra a Rota Portuguesa dos Cafés com História e a Associação Europeia dos Cafés com História.

Morada
Praça da República, 67
8100 Loulé
Fonte de informação
Câmara Municipal de Loulé
Data de atualização
31/05/2019
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para a antestreia do filme "ÉPOCA DE CAÇA"

Em parceria com a Films4You, oferecemos convites duplos para a antestreia da hilariante comédia francesa, "ÉPOCA DE CAÇA", sobre um casal que se muda para o campo e descobre que os vizinhos usam o jardim como campo de caça, desencadeando uma guerra entre vizinhos!

Visitas
93,133,626