"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Portugal no Mundo

Santuário do Bom Jesus de Matosinhos

País: Brasil

Santuário do Bom Jesus de Matosinhos (Congonhas - BR) Capela da Praça em frente ao Santuário Conjunto escultórico da autoria de António Francisco Lisboa  Conjunto escultórico da autoria de António Francisco Lisboa Profeta esculpido por António Francisco Lisboa Imagens da autoria do Mestre Ataíde
Localização
Encontra-se a pouco mais de 80 Km de Belo Horizonte e a 72 de Km de Ouro Preto pela BR 40, a estrada que segue para o Rio de Janeiro
Tipo de Património
Portugal no Mundo
Classificação
UNESCO - Património da Humanidade
Identificação Patrimonial
Conjunto
Tipologia original
Arquitetura Religiosa - Santuário
Valor patrimonial
Valor Artístico
Áreas Artísticas
Arquitetura Religiosa
Descrição
Situado em Congonhas, o Santuário do Senhor Bom Jesus de Matosinhos é visitado anualmente por turistas do mundo inteiro. Considerado o maior complexo de arte colonial do Brasil, a sua construção começou em 1757 e foi mandada edificar por Feliciano Mendes pela promessa feita ao Bom Jesus de Matosinhos após recuperar a saúde que havia perdido. As obras terminaram em 1790, tendo participado na sua construção os maiores artistas da época. Destacam-se as Imagens dos Sete Passos da Paixão em cedro pintadas pelo Mestre Ataíde (ajudande de António Francisco Lisboa) nas 6 capelas com as cenas da Paixão de Cristo que se encontram na praça em frente ao Santuário. A principal será a Capela da Última Ceia onde os convivas, talhados em cedro, rodeiam uma mesa redonda presidida por Jesus Cristo pintado em tons de azul ladeado por dois belíssimos apóstolos, São João e São Pedro, como se pode ver na fotografia:



Mais tarde, nos últimos anos do séc. XVIII e primeiros do séc. XIX, o português António Francisco Lisboa, mais conhecido pela sua alcunha de "O Aleijadinho", esculpiu em pedra sabão os doze profetas e o exuberante portal da igreja que encima a imponente escadaria do Santuário de Bom Jesus de Matosinhos. António Francisco Lisboa (1730-1814) foi o maior escultor de arte sacra das Américas. Nasceu, viveu e morreu na região mineira de Congonhas e este conjunto é considerado o seu melhor trabalho, embora em todas as outras cidades de Minas Gerais se exibam trabalhos seus, incluindo aquela onde repousam os seus restos mortais em Ouro Preto.
Estado de Conservação
Bom
Fonte de informação
Centro Nacional de Cultura
Data de atualização
30/12/2016
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites duplos para o espetáculo "City of Glass"

Em parceira com o Auditório de Espinho, oferecemos convites duplos para o concerto de Daniel Bernardes Trio & Coro Ricercare que terá lugar no próximo dia 2 de março (sábado), às 21h30. Findo o passatempo, anunciamos aqui os nomes dos vencedores!

Passatempo

Ganhe convites para a antestreia do filme "NO WAY UP - SEM SAÍDA"

Em parceria com a Films4You, oferecemos convites duplos para a antestreia de um inquietante thriller, NO WAY UP - SEM SAÍDA, sobre luta pela sobrevivência depois da queda de um avião no Oceano Pacífico. Findo o passatempo, anunciamos aqui os nomes dos vencedores!

Visitas
88,961,168