"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Património Material

Pelourinho da Pederneira

País: Portugal
Distrito: Leiria
Concelho: Nazaré

Tipo de Património
Património Material
Classificação
Imóvel de Interesse Público
Proteção Jurídica
Decreto n.º 23 122, DG, I Série, n.º 231, de 11-10-1933
Identificação Patrimonial
Elementos Singulares
Descrição

Por volta de 1514, quando o rei D. Manuel concedeu foral à vila da Pederneira foi erguido na praça principal, atual praça Bastião Fernandes, um pelourinho ao estilo manuelino. A Pederneira preservou o estatuto concelhio até 1855, altura em que, por declínio demográfico face à evolução recente da cosmopolita Praia da Nazareth, foi anexada ao concelho de Alcobaça.

Em 1876, o primitivo pelourinho foi retirado por ordem de Alcobaça. Mais tarde, em 1886, um tronco fossilizado foi transportado para a Praça Bastião Fernandes a partir do antigo cemitério, em substituição do antigo pelourinho então destruído, como que apelando a um sentimento de autonomia. É um interessante monolítico de sílex, correspondente a um fragmento de tronco fossilizado, vulgarmente conhecido por pederneira, com quase 150 milhões de anos, sendo por isso um dos monumentos naturais classificados mais antigos de Portugal. Está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1933, pelo seu valor cultural e histórico.

Morada
Praça Bastião Fernandes, Pederneira
2450-060 Nazaré
Fonte de informação
Câmara Municipal da Nazaré
Data de atualização
20/09/2019
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
92,450,473