"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Património Material

Igreja de S. Sebastião, matriz de Salir

Distrito: Faro
Concelho: Loulé

Tipo de Património
Património Material
Identificação Patrimonial
Monumento/Edifício
Época(s) Dominante(s)
Moderna (Séc. XVI)
Valor patrimonial
Valor Artístico
Estilo(s)
Barroco
Descrição

Nos finais da Idade Média, a ermida de São Sebastião de Salir pertencente à Paróquia de São Clemente de Loulé, era um edifício gótico de proporções razoáveis com capela-mor e corpo de três naves e três tramos com arcarias ogivais assentes em colunas de cantaria.
Após a elevação a sede de freguesia, nos meados do século XVI, ainda se construiu diante das fachadas principal e lateral sul um alpendre suportado por colunas com capacidade para receber mais fiéis.
No terramoto de 1755 caiu a igreja toda, que era de três naves, e ficou totalmente arruinada a capela-mor. Na reconstrução efetuada nos anos imediatos, a igreja passou a ter uma só nave e capela-mor, ambas retangulares.
Novos abalos sísmicos em 1856 e 1969 provocaram estragos relevantes e originaram sucessivas intervenções, pouco criteriosas em termos de requalificação patrimonial. Daí resultou a atual descaracterização particularmente visível nas molduras dos vãos da fachada principal e nos materiais usados no interior – no pavimento e nos azulejos do rodapé.
A última grande intervenção, a construção da atual cobertura, surgiu na sequência de um incêndio ocorrido em 1995, que destruiu o anterior telhado, que apresentava um forro de madeira.
No interior da tribuna do altar-mor encontra-se ainda a ornamentação em talha da época barroca, nomeadamente o trono piramidal e os painéis que revestem as paredes laterais e a cobertura.
O retábulo principal e os dois retábulos colaterais foram construídos na mesma campanha de obras, numa época de decadência artística já posterior à implantação do Liberalismo, provavelmente na segunda metade do século XIX.
Sobrevivem nesta igreja dois retábulos de talha da época barroca. O mais interessante é o das Almas do Purgatório, devoção de larga aceitação no Algarve barroco.
Iconograficamente, S. Sebastião é representado jovem e imberbe, com as mãos atadas a um tronco de árvore oferecendo o corpo despido às setas do verdugo, que o trespassam, mas não o matam. Esta imagem de vulto perfeito, de madeira com 86cm x 26cm, data do século XVII e adota os cânones maneiristas. Presentemente está fora de culto, mas esteve colocada durante vários anos no altar-mor, pois era o orago do templo.
No interior da igreja encontra-se um interessante pergaminho quinhentista originário de Roma, no qual o Cardeal João, membro da Ordem Dominicana e representante do Papa Paulo III, responde afirmativamente ao pedido de privilégios solicitado pelos responsáveis da Confraria do Santíssimo Sacramento de Salir.

Morada
Largo da Igreja
8100-202 Salir
Fonte de informação
Câmara Municipal de Loulé
Bibliografia

LAMEIRA, Francisco; SERRA, Pedro, Igreja Matriz de S. Sebastião Salir. Loulé, Câmara Municipal, 2000.

Data de atualização
18/04/2016
Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

"A GRANDE VIAGEM 2: ENTREGA ESPECIAL"

Em parceria com a PRIS Audiovisuais, oferecemos convites duplos para as antestreias agendadas para 21 de abril (domingo) às 11h00, em Gaia e Lisboa. Participe e habilite-se a ser um dos felizes contemplados!

Passatempo

Ganhe convites duplos para o ciclo de cinema da ANIMar 19

Em parceria com a Solar - Galeria de Arte Cinemática, oferecemos convites duplos para as próximas sessões de cinema da ANIMar 19 no Teatro Municipal de Vila do Conde, onde serão exibidos os filmes "Pesca do Bacalhau", "Å Seile Sin Egen SJØ (Vida Costeira)", "A Extraordinária Aventura do Zéca" e "Até Amanhã, Mário".

Visitas
90,772,583