"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Património Material

Campo dos Mártires da Pátria, também denominado "Campo de Santana"

Distrito: Lisboa
Concelho: Lisboa

Tipo de Património
Património Material
Classificação
Imóvel de Interesse Público
Proteção Jurídica
D.R. I Série-B, nº 56, de 06-03-1996
Descrição

A classificação inclui as vizinhanças de interesse histórico, artístico ou pitoresco, Lisboa, freguesias dos Anjos, Coração de Jesus, Pena e São José. No século XVI era neste local, então denominado Campo do Curral, que se dava o abate do gado que se destinava a abastecer Lisboa. É ainda hoje conhecido como Campo de Santana por aqui ter existido desde o século XIII até ao terramoto de 1755 um convento de freiras com esse nome.

No século XIX e antes de ter sido deslocada para o Campo de Santa Clara, funcionou aqui a Feira da ladra durante quase 50 anos (1835 - 1882)

Destaque para o jardim oitocentista que ocupa cerca de 2 ha, onde, por suspeita de conspiração contra Beresford, foram enforcados os companheiros do General Gomes Ferreira de Andrade. Este enforcamento está na origem toponímica do local.

Realçe ainda para o edifício da Faculdade de Ciências Médicas (1905) que foi construído no local onda existia anteriormente uma Praça de Touros. Em frente a este edifício pode-se ver a estátua do médico Sousa Martins, da autoria do escultor Costa Motta (tio) datada de 1907 e que é, ainda hoje, alvo de grande devoção popular.

Morada
Campo dos Mártires da Pátria
1200-822
LISBOA
Bibliografia
DIÁRIO DA REPÚBLICA, I Série B, nº 56 de 06-03-1996.
Data de atualização
09/01/2009
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
93,302,120