"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Roteiros

Rota da Atalaia - do Tejo ao Cruzeiro

A sugestão deste passeio, a pé, até ao lugar de Atalaia, visa recordar e recriar uma das formas que muitos dos peregrinos, vindos dos vários círios, sediados na então capital do Reino, usavam para manifestar a sua fé.

Às duas horas da tarde chegou uma fragata, com a comissão do antigo Círio do Beato, composta pelos Senhores Alfredo Augusto Dias, Lino A. Eldre, Henrique Duarte Moreira, António C. Assumpção, José F. Miguel e Alexandre Nunes. Estes Senhores vieram com as suas famílias, em romaria, ao Alto da Atalaia.

Assim chegavam os peregrinos!

Iniciavam, a pé, a cavalo, de carroça ou, em épocas mais recentes, noutros meios de transporte, a sua peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora da Atalaia.

A sugestão deste passeio, a pé, até ao lugar de Atalaia, visa recordar e recriar uma das formas que muitos dos peregrinos, vindos dos vários círios, sediados na então capital do Reino, usavam para manifestar a sua fé.

Na impossibilidade de se cumprir o percurso original, procurámos torná-lo o mais próximo possível da realidade da época.

Viaje connosco ao passado, no presente!

 

PROGRAMA

Após o primeiro café da manhã, inicie o percurso junto ao Mercado de Venda Ambulante, também conhecido por Reforma Agrária.
Uma grande caminhada começa sempre com um pequeno passo e, como o caminho se faz caminhando, continuamos sempre junto ao Rio, até ao Jardim do supermercado E. Leclerc, atravessando o Afonsoeiro pela antiga estrada da Atalaia até perto da Rotunda das Portas da Cidade.
Atravessada a estrada, com cuidado, porque o trânsito é fluído, entre em terrenos agrícolas que, até à data, permanecem sem ocupação urbanística.
Passe por searas, pequena hortas, quintas e pomares, que chegam até à rotunda de Atalaia.
Chegados a Atalaia, e antes de se deliciar com uma refeição num dos vários restaurantes à escolha, visite o Santuário de Nossa Senhora de Atalaia e o Cruzeiro Quinhentista.
A seguir ao almoço pode visitar o Museu Agrícola, cuja exposição permanente retrata a vida rural do concelho, através de um valioso conjunto de fotos e artefactos que constituem o seu espólio.
Tranquilo e enriquecido por mais uma experiência gratificante, termine a visita, convicto que as tradições são diferentes, mas não morrem!


Informação complementar
Partida: Frente Ribeirinha
Percurso: Montijo/Atalaia
Grau de dificuldade: Nível 2 - Exige razoável condição física
Notas: Percurso essencialmente pedestre (walking tour), pelo que se aconselha equipamento adequado (calçado confortável, protetor para cabeça e água).

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
50,872,638
>