"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Roteiros

MIRADOUROS DE LISBOA

Lisboa, cidade de várias colinas, expande-se pelas encostas até à frente ribeirinha ao longo do Tejo, oferecendo excelentes vistas a partir de miradouros existentes em pontos altos ou em terraços de monumentos.

A cidade começou por ocupar inicialmente o ‘oppidum’ a que corresponde a colina do Castelo, para, com o caminhar dos tempos, se dilatar, ganhando novos vales e colinas, ligando-os entre si.
Todo este processo conferiu-lhe uma conjugação plástica harmoniosa, que reflete o espírito e vicissitudes das épocas.

Pontos de Interesse



Miradouro do Torel

O miradouro do Torel encontra-se instalado num agradável jardim onde pode ficar a apreciar a paisagem que deste ponto se avista sobre a Avenida da Liberdade.
Para se chegar aqui pode optar-se por subir o elevador do Lavra, junto às Portas de Santo Antão.

Miradouro de São Pedro de Alcântara
No lado oposto ao miradouro do Torel, na colina de S. Roque onde se situa o Bairro Alto, vale a pena ia ao miradouro de S. Pedro de Alcântara, que pode ser alcançado através do elevador da Glória, nos Restauradores (praticamente no lado oposto do elevador do Lavra, em relação à Avenida da Liberdade). Constitui um belo jardim com gradeamento em ferro, formando uma ampla varanda sobre a cidade, podendo o visitante repousar nos seus bancos e contemplar sob novos ângulos as colinas de Lisboa e o extenso vale ocupado pela Avenida da Liberdade.

Miradouro de Santa Catarina
Virado ao rio, no final do Bairro Alto e ao lado do Bairro da Bica está o belo miradouro de Santa Catarina (também conhecido por Adamastor). Trata-se de um pequeno jardim na encosta, constituindo uma plataforma onde se pode admirar o rio Tejo e o porto de Lisboa. Para ocidente, estão os Bairros da Madragoa e da Lapa, e a Ponte 25 de Abril. No espaço ajardinado é curiosa a estátua do gigante "Adamastor", simbolizando os perigos que os marinheiros portugueses enfrentaram no período das Descobertas.

Miradouro do alto do Parque Eduardo VII
São numerosos os miradouros de Lisboa. Comecemos pelo do Castelo S. Jorge, berço da cidade, ao qual se tem acesso através de velhos bairros, de apertadas e sinuosas ruelas que denunciam raízes mouriscas. Deste lugar altaneiro depara-se ao visitante um cenário idílico. Em baixo observa-se Alfama com o seu emblemático casario, debruçando-se em anfiteatro sobre o Tejo. No prolongamento da avenida da Liberdade o miradouro do alto do Parque Eduardo VII abre-se sobre o espaço ajardinado que se debruça extensamente em suave declive sobre a área do Marquês de Pombal. Inclui a Estufa Fria que merece ser visitada, não só pelas suas espécies exóticas, como também pelo cenário de rara beleza que dali se observa.

 

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
51,117,964
>