"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Roteiros

LISBOA POMBALINA (Roteiro 1)

Este roteiro na Lisboa Pombalina, está fortemente ligado com um dos acontecimentos mais trágicos da História de Portugal, o Terramoto de 1755, e simultaneamente, é representativo de uma nova mentalidade no que concerne à organização de espaços urbanos.

Muito embora não tenha sido o primeiro abalo da cidade, o Terramoto de 1755 foi sem dúvida o que mais estragos provocou em toda a sua história. Depois de brutalmente sacudida, seguiram-se o transbordo do rio e o incêndio, ainda mais devastadores que o próprio terramoto, responsáveis pela perda de vidas e de riquezas monumentais, algumas irrecuperáveis.

A reconstrução de Lisboa foi sustentada em três pontos fulcrais: a reorganização da malha urbana da cidade, de uma forma coerente sem o caos evidenciado no passado; a recuperação das principais infraestruturas políticas e administrativas; e a implantação de uma indústria, competitiva e adequada, conseguindo, para isso, fortes apoios da burguesia.

O roteiro pretende assim, levá-lo a conhecer não só o conjunto arquitetónico desta época em particular, como também factos e locais importantes da História de Portugal.

Pontos de Interesse


Amoreiras | Rato
Na zona encontra a Real Fábrica da Louça do Rato, localizada junto à Mãe d'Água, começou a laborar no ano de 1767, o Marquês apadrinhou a produção com uma encomenda de um serviço de loiça e a Fábrica das Sedas, que embora tenha começado a funcionar no ano de 1735, sofreu uma reestruturação, construindo para isso uma nova instalação, no ano de 1757, sob a tutela da Junta de Comércio.
Saindo do Rato em direção ao Príncipe Real, o edifício hoje conhecido como a Faculdade de Ciências, o Colégio dos Nobres, albergava somente filhos das classes altas da sociedade. Seriamente danificado pelo terramoto, seria redesenhado pelo arquiteto Carlos Mardel, reabrindo no ano de 1766.

Jardim do Príncipe Real

Baixa | Chiado
Tendo como ponto de partida a zona ribeirinha, a Praça do Comércio, encontra-se entre as mais belas praças europeias. Está enquadrada, por dois torreões inacabados, virada ao Tejo, tendo ao centro a estátua equestre de D. José I, realizada por Machado de Castro, segundo o projeto idealizado por Eugénio dos Santos. Igreja de São Julião é demonstrativa de uma nova forma de construção, destaca-se não pela particularidade da sua função, mas sim pela harmonia existente, conseguindo uma feliz conjugação entre um espaço religioso e o meio urbano envolvente. Assim como o exemplo anterior, outros espaços foram reestruturados no âmbito da reconversão da malha urbana. Destes destacam-se o Passeio Público, projetado por Reinaldo dos Santos, em 1764, foi definitivamente aberto ao público em 177 - viria a dar lugar à atual Avenida da Liberdade; e a Praça do Município, trata-se de um novo espaço projetado pela Casa do Risco, segundo traçado de Eugénio dos Santos.


Praça do Comércio

Belém | Ajuda
Centro privilegiado para a instalação da corte, após o Terramoto, alberga vários conjuntos de grande relevância. O Jardim Botânico, localizado nas imediações do Palácio Nacional da Ajuda, foi traçado por Domingos Vandelli (botânico). Data de 1768 e foi o primeiro espaço estruturado de forma a possibilitar a coleta e o consequente estudo das espécies, e a Igreja da Memória, edificada no ano de 1760, no Largo do mesmo nome, onde se deu o atentado ao rei D. José. As obras foram inicialmente dirigidas pelo arquiteto e projetista Gian-Carlo Bibienna, que após a sua morte, prosseguiram sob a responsabilidade de Mateus Vicente de Oliveira. Nesta igreja de influência barroca, jaz Marquês de Pombal.


Jardim Botânico da Ajuda

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para concerto da banda NEON

Em parceria com a Music For All, oferecemos convites duplos para o concerto da banda NEON a ter lugar no Centro Cultural de Carnide no próximo dia 6 de março, às 21h00. Participa e... boa sorte!

Visitas
47,920,662
>