"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Festival MED na final dos Iberian Festival Awards em 6 categorias

Tal como tem acontecido desde a criação dos Iberian Festival Awards, em 2016, o Festival MED volta a marcar presença na final destes prémios, desta vez em 6 categorias.


Melhor Promoção Turística, Melhor Programa Cultural, Contributo para a Sustentabilidade, Melhor Festival Lusófono, Melhor Atuação – Artista Português (Dino d’Santiago, Melhor Atuação – Artista Internacional (Marcelo D2) são as áreas em que o evento louletano é candidato a um galardão, concorrendo nesta final ao lado de grandes festivais portugueses e espanhóis.

Num concelho turístico por excelência, o MED tem-se afirmado como um dos principais atrativos para uma visita a Loulé. Os estrangeiros representam já um terço do público do Festival e uma significativa parte dos visitantes regressam no ano seguinte. Esta afluência tem um impacto muito positivo na economia local, especialmente no alojamento e na restauração. Tudo isto levou a que fosse escolhido para integrar a restrita plataforma Portuguese Music Festivals.

Música, teatro, cinema, poesia, dança, animação de rua, gastronomia, artesanato, artes plásticas, workshops ou conferências são algumas das manifestações artísticas que integram o programa multidisciplinar deste evento e que contribuíram para criar um evento diferenciador. Implantado num espaço único da cidade, onde se respira História, o Festival permitiu dar a conhecer o casco medieval da cidade e as suas referências arquitetónicas e os saberes locais.

De entre as boas práticas ambientais introduzidas neste evento, enquadradas na política municipal para a adaptação às alterações climáticas, destaca-se o copo ecológico, a associação do MED ao Movimento Zero Desperdício, a integração de energias renováveis no recinto, premiada com o “Sê-lo Verde”, a introdução de um sistema de gestão de resíduos, a disponibilização de pontos gratuitos e eficientes de água, as papeleiras inteligentes em todo o recinto ou dispensadores para beatas de cigarros e pastilhas elásticas.

Das 500 bandas que já pisaram o MED, uma elevada percentagem apresenta-se com um repertório em língua portuguesa ou castelhano. A lusofonia tem marcado presença não só através dos projetos nacionais mas também de artistas oriundos do Brasil e dos PALOPs. Já a presença dos artistas hispânicos, originários da vizinha Espanha ou da América Latina, tem sido uma aposta para atrair aquele que é um dos principais públicos do evento: o espanhol.

Dino d’Santiago, artista natural de Quarteira (concelho de Loulé) com raízes cabo-verdianas, protagonizou um dos momentos maiores da 16ª edição do Festival MED. Com um Palco Cerca verdadeiramente a rebentar pelas costuras, o quarteirense Dino D’Santiago atuou, emocionado, perante a família e os seus amigos de infância, os seus conterrâneos e também os amantes das sonoridades da “Nova Lisboa”, que tem na voz deste artista descendente de cabo-verdianos o seu expoente máximo.

Em termos internacionais, Marcelo D2, foi um dos destaques do alinhamento deste ano, e o artista não defraudou o seu público fiel. Mesmo com algumas limitações físicas (pé fraturado), o “rei” do hip-hop brasileiro levou ao rubro quem assistiu a um espetáculo memorável. Com uma formação especial, fora dos parâmetros tradicionais do estilo que representa, Marcelo D2 fez-se acompanhar por músicos de excelência.

Recorde-se que a final dos Iberian Festival Awards, Promovidos pela APORFEST – Associação Portuguesa de Festivais de Música, está marcada para a noite de 14 de março, na FIL, em Lisboa, altura em que se ficarão a conhecer os vencedores nacionais e ibéricos de cada uma das categorias.

Ao longo da história destes galardões, o MED conta já com distinções como Melhor Festival de Média Dimensão (2017 e 2018), Melhor Promoção Turística em Portugal (2018) e Melhor Contributo para a Sustentabilidade (2019).

Recorde-se que a Câmara Municipal de Loulé/Festival MED integra o projeto “DeclareAção”, um movimento inédito por um mundo melhor, que reúne entidades promotoras de espetáculos, festivais e eventos em Portugal, e que visa desafiar a comunidade nacional a adotar comportamentos em prol de uma sociedade mais justa e equilibrada, utilizando as plataformas digitais e o seu potencial mobilizador como principal canal de convocação.

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
50,981,490
>