"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Nos Alive já tem novas datas para 2021

O Nos Alive já tem novas datas marcadas para 2021. O Festival irá regressar ao Passeio Marítimo de Algés nos dias 7, 8, 9 e 10 de julho, anunciou a organização numa publicação no Twitter.

Foto de Andreia Gomes Carvalho


A “primeira grande confirmação” para o dia 10 de julho de 2021 é a banda de hip-hop portuguesa Da Weasel, que irá atuar no Palco Nos.

Em julho de 2019 foi anunciado que os Da Weasel, que puseram um ponto final na carreira em 2010, iriam fazer parte do cartaz da 14.ª edição do Nos Alive (inicialmente prevista para 2020). O regresso aos palcos daquela que foi uma das maiores bandas em Portugal na década de 1990 e 2000 foi agora adiado para 2021devido à pandemia de covid-19.

"O primeiro julho sem Nos Alive"

“Este será o primeiro julho sem Nos Alive”, começa por referir um comunicado enviado às redações na noite desta terça-feira, que sublinha que embora a organização esteja consciente “de que esta é a melhor decisão, é com profunda tristeza que este será um Verão sem festivais”.

“Trabalhámos muito nos últimos meses em todos os cenários e possibilidades com o Governo português, autoridades competentes, e na partilha de opiniões entre festivais no seio da APEFE – Associação de Promotores de Espetáculos, Festivais e Eventos. Tivemos sempre como prioridade a proteção e segurança do nosso público, dos artistas, patrocinadores e parceiros, fornecedores, de toda a equipa e colaboradores do NOS Alive”, acrescenta a nota.

“Mantemo-nos otimistas e mais fortes do que nunca a trabalhar para que esta seja a melhor [edição] de sempre. E é fazendo jus à nossa assinatura que queremos manter o melhor cartaz. Sempre! Para já, é com grande orgulho que confirmamos o regresso dos Da Weasel aos palcos, para um concerto único e exclusivo, sábado, dia 10 de julho de 2021, no Palco Nos”, destaca a organização, que explica que “em breve” serão dadas “informações sobre a utilização dos bilhetes adquiridos para o Nos Alive 2020, em conformidade com a lei a publicar”.

O Governo proibiu a realização de festivais de música até ao final do mês de setembro devido à pandemia de covid-19. A decisão foi tomada numa reunião do Conselho de Ministros, a 7 de maio, e abrange os festivais Nos Alive, Super Bock Super Rock, Sudoeste, Paredes de Coura, Marés Vivas, Vilar de Mouros e Primavera Sound.


por Filipa Almeida Mendes in Público | 19 de maio de 2020
Notícia no âmbito da parceria Centro Nacional de Cultura | Jornal Público

Visitas
50,963,108
>