"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

"Infante D. Pedro, o regente visionário que o poder quis calar" de Isabel Machado

Este é o 5º livro da autora, depois de «Isabel I de Inglaterra e o Seu Médico Português», «Vitória de Inglaterra, A Rainha Que Amou e Ameaçou Portugal», «Constança, A Princesa Traída por Pedro e Inês» e, em 2016, «A Rainha Santa».


O novo livro relata a
fascinante vida do Infante das 7 partidas, como D. Pedro ficou conhecido, devido às suas viagens.

Além da intervenção direta que teve na história de Portugal, como Infante e depois Regente, D. Pedro viria a ser uma influência determinante para o neto, D. João II, e para a Era dos Descobrimentos.


Segundo filho de D. João I e D. Filipa de Lencastre, o infante D. Pedro cresceu a acreditar na mudança e no progresso, na perseverança e na luta por um mundo melhor. Depois de anos a viajar pela Europa, regressa ao reino do pai cheio de ideias, crente de que pode mudar Portugal.

Com a morte de D. Duarte, seu irmão, e a menoridade do sobrinho, D. Afonso V, o Infante D. Pedro vê-se inesperadamente à frente do reino - mas o ódio daqueles que veem os seus poderes afrontados pelas reformas do regente vai ditar o seu fim.

Neste novo e surpreendente romance, Isabel Machado traz-nos a história de um homem viajado, erudito, determinado e de ideias claras. Empenhado em mudar Portugal, enfrentou corajosamente os interesses estabelecidos.

SOBRE A AUTORA
Isabel Machado nasceu em Lisboa, completou o 12.º ano nos Estados Unidos e é licenciada em Línguas e LiteraturasLiteraturas Modernas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Foi jornalista, lecionou Português e Francês no ensino básico e secundário, Português como língua estrangeira, e fez trabalhos de tradução e interpretação simultânea.

Durante onze anos foi pivô e jornalista da Teledifusão de Macau e, entre 2003 e 2011, foi pivô do Canal Parlamento, na Assembleia da República.

Em 2012, publicou o seu primeiro romance histórico, Isabel I de Inglaterra e o Seu Médico Português.

Em 2014, lançou Vitória de Inglaterra, A Rainha Que Amou e Ameaçou Portugal, seguindo-se, em 2015, Constança, A Princesa Traída por Pedro e Inês. Em 2016, publicou A Rainha Santa. 5 anos depois, Infante D. Pedro é o seu quinto romance histórico.
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
66,780,200