"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

CTT apoiam setor da cultura pelo segundo ano consecutivo com doações a três instuições

Os CTT – Correios de Portugal apoiam, pelo segundo ano consecutivo, a Cultura, reforçando, desta forma, o seu envolvimento e compromisso para com este setor que tanto enriquece o nosso país e a nossa população.


Este apoio à Cultura, que decorrerá até dia 31 de dezembro deste ano, será concretizado através da doação de 5,00€ a três instituições que reconhecidamente têm desempenhado um importante papel no desenvolvimento das artes em Portugal: Centro Nacional de CulturaCasa do Artista e União Audiovisual. Assim, por cada livro filatélico editado pelos CTT, vendido em qualquer Loja CTT ou na loja online, serão doados 3 euros a cada uma das instituições apoiada, os restantes serão entregues mediante votação do público. Todas as pessoas podem participar na votação, seja comprador ou não, uma iniciativa que promove assim, não só um maior envolvimento das instituições a apoiar, mas também do público em geral.

Cada instituição identificou um embaixador que dará a cara pela iniciativa e que a promoverá ao longo deste ano: Guilherme d’Oliveira Martins (Centro Nacional de Cultura), Luís Aleluia, José Raposo e Sofia Grillo (Casa do Artista) e Pedro Abrunhosa (União Audiovisual).

O anúncio das instituições eleitas pelo público acontecerá em duas fases: em setembro e em dezembro.

Associadas às emissões filatélicas, os CTT são reconhecidos nacional e internacionalmente pela edição de livros, obras da autoria de especialistas com elevada riqueza iconográfica. Estas edições dos CTT têm tiragens limitadas, são numeradas e contêm selos e blocos alusivos ao tema abordado, tornando-as peças originais e de elevado prestígio.

Desta forma, os CTT dão continuidade à sua política de mecenato social onde a vertente da cultura tem sido uma das prioridades; apoiam as instituições, profissionais e artistas que no atual enquadramento passam por dificuldades acrescidas, reforçando desta forma a proximidade à população através de um maior envolvimento e compromisso.

O Centro Nacional de Cultura é uma Associação Cultural de utilidade pública. Criado no dia 13 de maio de 1945, tem a sua atividade centrada na internacionalização e na valorização da cultura e do património, com atividades muito variadas e dirigidas a públicos diversificados. Tem também como grandes linhas de ação a defesa, divulgação e valorização do património cultural, com base numa noção integrada de território, comunidade, ambiente, património e turismo.

A Casa do Artista é uma casa de afetos que, desde 1999, apoia os profissionais que dedicaram as suas vidas às artes performativas, cinema, rádio e televisão. Constitui ainda um polo cultural vivo de promoção da atividade cultural, artística e educativa.

Fundada em 2020, para tentar combater as dificuldades causadas pela pandemia, a União Audiovisual apoia os profissionais técnicos e artistas da cultura, espetáculos e eventos, com bens alimentares.

Sobre os CTT:

Os CTT empregam 12 015 pessoas em Portugal, país onde opera com 2.356 Pontos CTT e mais de 5 000 agentes Payshop. Em 2021, os CTT obtiveram rendimentos operacionais de 848 milhões de euros e um resultado líquido de 38,4 milhões de euros. Nesse mesmo ano, os CTT transportaram 484,6 milhões de objetos de correio endereçado e 73,8 milhões de objetos expresso, tendo Espanha representado 45,9% das receitas do segmento Expresso e Encomendas.

Agenda
Ver mais eventos
Visitas
67,740,847