"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Notícias

Convento dos Capuchos em Sintra e projeto Museu na Aldeia entre os vencedores dos Prémios Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra 2022


Está aberta até 11 de setembro a votação para o Prémio “Escolha do Público”. Já votou no seu preferido? Votação online em vote.europanostra.org


A Comissão Europeia e a Europa Nostra, representada em Portugal pelo Centro Nacional de Cultura, acabam de anunciar os vencedores da edição de 2022 dos Prémios Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra, financiados pelo programa Europa Criativa da UE.

Este ano, que marca o 20º aniversário dos Prémios mais prestigiados da Europa no domínio do património, 30 realizações exemplares de 18 países europeus foram premiados (ver abaixo a lista de laureados). Entre os vencedores estão Convento dos Capuchos em Sintra, na categoria Conservação e adaptação a novos usos, e o projeto Museu na Aldeia, que envolve 13 museus e 13 aldeias de Portugal, na categoria Envolvimento e sensibilização dos cidadãos.

A cerimónia de entrega dos Prémios acontecerá a 26 de setembro na recém-restaurada Ópera Estatal de Praga, na República Checa, e contará com a participação de Mariya Gabriel, Comissária Europeia para a Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude, e de Hermann Parzinger, Presidente Executivo da Europa Nostra.

Reagindo ao anúncio dos vencedores de 2022, a Comissária Europeia Mariya Gabriel, declarou: “Felicito calorosamente todos os vencedores dos Prémios Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra deste ano pela qualidade excecional do seu trabalho e pela sua abertura à inovação. 2022 é um ano especial, uma vez que estamos a celebrar o 20º aniversário do Prémio da UE para o Património Cultural, que se tornou o prémio mais proeminente para a comunidade europeia do património. Muitas das iniciativas premiadas demonstram o enorme interesse dos jovens pelo nosso património, pela nossa história e pela nossa identidade cultural, o que é particularmente relevante neste Ano Europeu da Juventude. Uma palavra especial vai para os dois laureados ucranianos. A Europa Criativa, que co-financia os Prémios, representa a promoção da cultura e da criatividade na construção de sociedades inclusivas e coesas, fundadas nos nossos valores europeus fundamentais”.

O Presidente Executivo da Europa Nostra, Prof. Dr. Hermann Parzinger, afirmou: “Os vencedores deste ano são exemplos poderosos de como o nosso património nos reconecta com a natureza, ajuda a criar um sentido de pertença e de lugar, e é um elemento integrante no desenvolvimento de uma economia circular que apoia um modo de vida sustentável e inclusivo. Felicito estes vencedores excecionais – tanto profissionais como voluntários – pelo seu trabalho essencial e louvável”.

 

:: Vencedores dos Prémios 2022 ::


Conservação e adaptação a novos usos

Bateria de Aachen, Atlantikwall Raversyde, BÉLGICA
Aachen é a única bateria costeira alemã da Primeira Guerra Mundial de que restam elementos suficientes para os visitantes compreenderem a sua estrutura. Isto dá significado Europeu e valor pedagógico à sua conservação.

Villa E-1027, Roquebrune-Cap-Martin, FRANÇA
A Villa E-1027 foi criada na década de 1920 pela arquiteta e designer irlandesa Eileen Gray com o arquiteto romeno Jean Badovici. O seu restauro completo, incluindo todos os objetos e materiais interiores, bem como os sistemas inovadores para evitar corrosão, é exemplar para a preservação da Arquitetura Modernista.

Monumento de Episkopi, Sikinos, GRÉCIA
Este impressionante mausoléu romano foi convertido numa igreja Bizantina, tendo sobrevivido quase intacto. Uma investigação meticulosa e uma conservação cautelosa resultaram num projeto de alta qualidade.

Destilaria de Atlungstad, Ottestad, NORUEGA
Fundada em 1855, esta é a destilaria mais antiga ainda em uso na Noruega. O projeto incluiu a reutilização da maquinaria da fábrica, restaurando o carácter industrial do edifício, mas dando-lhe novos usos sócio-culturais.

Convento dos Capuchos, Sintra, PORTUGAL
Construído em 1560, este complexo monástico na floresta nativa de Sintra respira devoção espiritual e asceticismo. Todos os edifícios e as suas características decorativas foram restaurados, combinando técnicas tradicionais e soluções inovadoras.

Casa da Liberdade Religiosa, Cluj-Napoca, ROMÉNIA
Este edifício do século XV é um dos mais antigos e significativos de Cluj-Napoca. Após um processo de restauro de uma década, o edifício reabriu como centro cultural dedicado aos ideais de liberdade religiosa e de tolerância.

Illa del Rei, Menorca, ESPANHA
A reabilitação da Illa del Rei é o resultado de uma colaboração frutuosa entre uma fundação criada por voluntários locais, que transformou o hospital naval construído em 1711 num museu, e uma galeria de arte suíça, que restaurou e deu novos usos aos edifícios de Langara.

Igreja de Santo André, Kyiv, UCRÂNIA
Esta conservação abrangente e bem documentada devolveu aos ucranianos um monumento com valor cultural e espiritual significativo. A igreja funciona agora como um museu e acolhe serviços religiosos, eventos científicos e educacionais bem como concertos de música de câmara.

Pesquisa

Mega-Eventos na Europa: Oportunidades/ameaças ao Património (HOMEE), CHIPRE / ITÁLIA / POLÓNIA / REINO UNIDO  
Este projeto investigou as oportunidades e os desafios resultantes da organização de mega-eventos em cidades históricas e estabeleceu um importante quadro de referência para futuros eventos.

SILKNOW, FRANÇA / ALEMANHA / ITÁLIA / POLÓNIA / ESLOVÉNIA / ESPANHA
Este projeto Horizonte 2020 produziu um sistema computacional inteligente que vai além das tecnologias atuais para melhorar a nossa compreensão e o nosso conhecimento do património da seda na Europa.

Heritage Quest, PAÍSES BAIXOS
Este projeto científico de grande escala orientado para os cidadãos descobriu novos objetos arqueológicos e combinou tecnologias de ponta com a construção de comunidades.

Salvaguarda do Teatro de Marionetas da Sicília, ITÁLIA
Este projeto propôs medidas para salvaguardar, promover e gerir de forma sustentável o património imaterial do Teatro de Marionetas da Sicília.

Educação, formação e competências

Mestres e Aprendizes, FINLÂNDIA
As gerações mais novas e mais velhas são reunidas em condições de igualdade neste projeto, para colaborar em atividades em torno do património cultural – um novo modelo de transmissão do património imaterial.

Curso Internacional sobre Tecnologia de Conservação de madeira, NORUEGA
A abordagem interdisciplinar deste curso sobre Tecnologia de Conservação de madeira permite a profissionais com diferentes formações e oriundos de diferentes países desenvolver as suas competências neste campo.

Festival Gastronómico Judaico TISH, Varsóvia, POLÓNIA
Através da celebração do património gastronómico judaico, os participantes deste festival falam da sua história comum, combatem estereótipos e quebram barreiras.

Museu e Oficina Escolar de Piscu, ROMÉNIA
O património cultural, a arte contemporânea e a cerâmica juntam-se para gerar um polo cultural e educativo numa antiga fábrica de cerâmica. Escolas de verão, workshops e eventos culturais ajudam a transmitir este património fascinante.

Sewn Signs, ROMÉNIA
Este projeto ajuda a transmitir competências e conhecimentos em torno dos bordados da tradicional blusa romena e assume uma forte afirmação contra a indústria da “moda rápida”.

Symphony, ESPANHA
Com uma experiência audiovisual imersiva, Symphony aumenta o apreço pelo património da música clássica junto das novas gerações.

Envolvimento e sensibilização dos cidadãos

Rios de Sófia, BULGÁRIA
Através de intervenções arquitetónicas pop-up e eventos culturais e educativos, esta iniciativa tornou os leitos artificiais dos rios de Sófia espaços acessíveis ao público – pela primeira vez em 80 anos.

Regresso à Pátria Sámi, FINLÂNDIA
Um programa de diálogo público precedeu a devolução de uma importante coleção do património cultural Sámi por parte do Museu Nacional da Finlândia ao Museu Sámi Siida. Trata-se de um exemplo muito importante de restituição efetiva do património.

Swapmuseum, Apúlia, ITÁLIA
Este projeto permite a colaboração entre museus e jovens nas atividades diárias dos museus, enriquecendo assim as pequenas instituições culturais locais.

Va’ Sentiero, ITÁLIA
Uma expedição de três anos por um grupo de jovens entusiastas que caminharam e documentaram os 8000 km de Sentiero Italia, a mais longa rota de caminhadas do mundo, juntamente com 3000 participantes de 10 países e com o apoio de muitas comunidades locais.

Projeto “Lumbardhi Public Again”, Prizren, KOSOVO [1]
“Lumbardhi Public Again” é uma iniciativa bem sucedida que salvou o histórico cinema Lumbardhi da privatização e demolição. As suas atividades recuperaram o cinema como lugar do património, tornando-o num centro vibrante de atividades culturais.

Museu na Aldeia, PORTUGAL
Este programa cultural reúne museus, artistas e comunidades para desfrutar da arte e da cultura, aprender e reavivar o folclore e o património locais e melhorar o acesso a atividades culturais nas zonas rurais. 

PAX-Patios de la Axerquía, Córdoba, ESPANHA
Trata-se de um sistema inovador de gestão de edifícios patrimoniais que promove um novo modelo de regeneração urbana através da inovação social, baseando-se na reabilitação das casas-pátio abandonadas (casa de vecinos) de Córdoba.

Wikipedra, ESPANHA
Wikipedra assenta no contributo de cidadãos para o desenvolvimento de uma base de dados, de um website e de uma aplicação móvel que pretendem chamar a atenção para o património de pedra seca de Espanha e suas regiões fronteiriças.

Dia Mundial da Vyshyvanka, UCRÂNIA
O que começou por ser um pequeno movimento de estudantes transformou-se um feriado anual celebrado internacionalmente que ajuda a preservar a icónica camisa bordada ucraniana (vyshyvanka), considerando-a como um elemento importante do património dos ucranianos.

Campeões do Património

Costa Carras †, Atenas, GRÉCIA (a título póstumo)
Ao longo de mais de 50 anos, Costa Carras trabalhou incansavelmente em prol do património cultural e natural da Grécia e da Europa com o intuito de criar um mundo mais sustentável, inclusivo e belo para as gerações futuras. Costa Carras foi um conservacionista visionário, um eminente historiador e um verdadeiro europeu.

Cooperativa La Paranza, Nápoles, ITÁLIA
Esta cooperativa de jovens amigos tem trabalhado, desde o início dos anos 2000, para transformar as catacumbas de Nápoles numa atração vibrante para os visitantes, contribuindo assim para a revitalização do bairro da Sanità.

El?bieta Szumska, Z?oty Stok, POLÓNIA
Com a sua dedicação incansável, El?bieta Szumska ajudou a transformar a antiga mina de ouro de Kopalnia Z?ota, na pequena cidade de Z?oty Stok, numa das mais conhecidas atrações turísticas da Polónia.

Além disso, este ano, um Prémio Europa Nostra é atribuído a uma notável conquista patrimonial de um país europeu que não participa no programa Europa Criativa da UE:

Museu de Etnografia  Kenan Yavuz, Bayburt, TURQUIA (Envolvimento e sensibilização dos cidadãos)
Este museu visa preservar e reavivar o património cultural tangível e intangível de Bayburt e Anatólia, proporcionando experiências interativas aos seus visitantes, concebidas em colaboração com a comunidade local.

Os vencedores dos Prémios Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra foram selecionados por Júris compostos por peritos em património de toda a Europa, após avaliação, por Comités de Seleção independentes, de candidaturas submetidas tanto por organizações como por pessoas a título individual de 36 países europeus.

[1] This designation is without prejudice to positions on status, and is in line with UNSCR 1244/1999 and the ICJ Opinion on the Kosovo declaration of independence.

Cerimónia de Entrega dos Prémios 2022

A cerimónia de entrega dos Prémios acontecerá a 26 de setembro, na Ópera Estatal de Praga, e contará com a participação de Mariya Gabriel, Comissária Europeia para a Inovação, Investigação, Cultura, Educação e Juventude, e de Hermann Parzinger, Presidente Executivo da Europa Nostra. Durante a Cerimónia, serão anunciados os vencedores do “Grande Prémio” e o vencedor do Prémio “Escolha do Público” (escolhido de entre os projetos vencedores deste ano), que receberão prémios pecuniários de 10.000 euros cada um. Até dia 11 de setembro, os apoiantes e entusiastas do património são encorajados a votar online para o Prémio “Escolha do Público” e a mobilizar apoio para o(s) vencedor(es) do seu ou de outro país.

Votação online em vote.europanostra.org

A cerimónia de entrega dos Prémios será um ponto alto da Cimeira do Património Cultural Europeu 2022 a realizar nos dias 25-27 de setembro em Praga. A Cimeira, que foi incluída no programa da Presidência Checa do Conselho da União Europeia, é organizada pela Europa Nostra com o apoio da Comissão Europeia.

Sobre os Prémios Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra
Os Prémios  Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra foram lançados pela Comissão Europeia em 2002 e têm sido organizados pela Europa Nostra desde então. São apoiados pelo programa Europa Criativa da União Europeia. Os Prémios destacam e divulgam a excelência do património e as melhores práticas, incentivam o intercâmbio transfronteiriço de conhecimentos e ligam as partes interessadas no património através de redes mais amplas. Os Prémios trazem grandes benefícios aos vencedores, tais como uma maior exposição (internacional), financiamento subsequente e um maior número de visitantes. Além disso, os Prémios promovem um maior cuidado com o património entre os cidadãos europeus. Os Prémios são, portanto, uma ferramenta fundamental para promover os múltiplos valores do património cultural e natural para a sociedade, a economia e o ambiente da Europa. Para mais factos e números sobre os Prémios, visite www.europeanheritageawards.eu/facts-figures.

 Sobre a Europa Nostra
Europa Nostra é a voz da sociedade civil empenhada na salvaguarda e promoção do património cultural e natural da Europa. É a federação pan-europeia de organizações não-governamentais do património, sendo apoiada por uma ampla rede de entidades públicas, empresas privadas e indivíduos. Abrangendo mais de 40 países na Europa, é representada em Portugal pelo Centro Nacional de Cultura.

Fundada em 1963, a Europa Nostra é hoje reconhecida como a mais representativa organização do património na Europa, colaborando com a União Europeia, o Conselho da Europa, a UNESCO e outros organismos internacionais.

A Europa Nostra atua para salvar os monumentos, sítios e paisagens mais ameaçados da Europa, em particular através do programa ‘Os 7 mais ameaçados’; celebra a excelência através dos Prémios Europeus do Património Cultural / Prémios Europa Nostra; e contribui para a formulação e implementação de estratégias e políticas europeias relacionadas com o património, através do diálogo estruturado com as instituições da EU e a coordenação da Aliança do Património Europeu. A Europa Nostra figura entre os parceiros oficiais da iniciativa Nova Bauhaus europeia desenvolvida pela Comissão Europeia e é Regional Co-Chair of the Climate Heritage Network for Europe and the Commonwealth of Independent States.

Sobre a Europa Criativa
Europa Criativa é o programa da União Europeia de apoio aos sectores cultural e criativo capacitando-os de forma a aumentar a sua contribuição para a economia e a sociedade. Com um orçamento de 2,4 mil milhões de euros para o período 2021-2027, o programa apoia organizações que atuam nos domínios do património, das artes cénicas, do cinema, da música e da televisão, entre outros, bem como dezenas de milhares de artistas e profissionais da cultura e do audiovisual.

 






Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para o filme "MELHORES AMIGAS"

Em parceria com a Zero em Comportamento, oferecemos 5 bilhetes duplos para ver o FILME DO MÊS, no próximo dia 10 de dezembro (sábado), pelas 18h00, na Biblioteca de Alcântara.Findo o passatempo, anunciamos aqui os nomes dos vencedores!

Visitas
73,383,484