"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Publicações

"O Charco do Diabo" de George Sand

Que espécie de amor pode nascer num lugar assombrado? Clássico do período romântico, escrito sob pseudónimo masculino, para evitar a discriminação.


Depois da morte da filha, o tio Maurice aconselha o genro, Germain, a voltar a casar com uma mulher que pudesse cuidar dele e dos seus três filhos. Para conhecer uma possível pretendente, parte numa longa viagem na companhia do seu filho Pierre-Pequenito e de Marie, uma jovem e bela pastora que vai procurar trabalho na aldeia vizinha. Durante a viagem, um denso nevoeiro faz com que os viajantes se percam e procurem abrigo para a noite à beira de um estranho lago, o Charco do Diabo. Que feitiço misterioso os encaminhou para ali? Que feitiço poderoso os traz de volta àquele lugar de cada vez que tentam deixá-lo? Neste pequeno romance, George Sand mergulha-nos na sociedade camponesa de Berry, com os seus ritos e costumes. O campo torna-se o terreno fértil para a fantasia, e a floresta uma personagem por direito próprio. Que espécie de amor pode nascer naquele lugar assombrado?

O Charco do Diabo é um dos mais conhecidos romances campestres de Sand, tendo sido adaptado ao cinema, ao teatro e à televisão.

George Sand (1804-1876) é o pseudónimo da escritora francesa Amandine-Aurore-Lucile Dupin. Num mundo dominado pelos homens, Aurore viu-se forçada a publicar sob um pseudónimo masculino para ser aceite e respeitada pelos seus pares. O disfarce e o talento valeram-lhe o reconhecimento do público, tendo-se tornado um dos escritores mais populares do seu tempo, tanto em França como na Europa, e um dos expoentes do romantismo.

Editora: Minotauro
Coleção: Fora de Colecção
Ano: 2023
ISBN: 9789899124561
Número de páginas: 172
Capa: Brochado

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
92,450,174