"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Formação

Curso livre de HISTÓRIA DA ARTE – Pintura

Módulo II – Proto Barroco e Barroco Joanino

3 Mar a24 Mar

Online

De 3 mar a 24 mar – 4 sessões, quartas-feiras, 18h30

A pintura Proto-Barroca em Portugal, que vai até meados do século XVII, divide-se em dois campos bem diferenciados: a religiosa e a profana. Na esfera religiosa, o estilo será obrigado a atender aos requisitos da Contra-Reforma, apoiada sem hesitação desde o reinado de Filipe II. Tais requisitos, estabelecidos no Concílio de Trento, que contribuem para ampliar a influência italiana em detrimento da flamenga, seja diretamente, seja através da Espanha, resumem-se numa condenação dos excessos ornamentais e da desestruturação compositiva do Maneirismo, em busca do decoro, uma expressão menos fantasiosa e teatral e mais naturalista, paralelamente ao reforço na caracterização de uma catolicidade dogmática que explicitava o Triunfo da Igreja e visava sobretudo o “cortar pela raiz” a "perigosa" criatividade individual - que podia degenerar em heresia - em favor da mensagem doutrinal e, consequentemente, do estilo.

A Restauração da Independência com a ascensão de D. João IV muda o contexto sócio-político e o Barroco estabelece-se com firmeza como o estilo geral, mas agora caminha para perder gradualmente qualquer laivo de isolacionismo e timidez que poderia ainda guardar, abrindo-se para novas soluções que vão dar na primeira metade do século XVIII grandes frutos originais, no chamado Barroco Joanino, quando o ouro vindo da colónia brasileira possibilita uma nova fase de esplendor, sob o longo reinado de D. João V.

3 Mar | Qua | 18h30 - 1ª Sessão: O século XVII – Proto Barroco

10 Mar | Qua | 18h30 - 2ª Sessão: O século XVII – Proto Barroco (continuação)
- A obra de André Reinoso em São Roque

17 Mar | Qua | 18h30 - 3ª Sessão: O século XVIII – O Barroco Joanino

24 Mar | Qua | 18h30 - 4ª Sessão: O século XVIII – O Barroco Pombalino e o Rococó

Destina-se a público adulto, com mais de 16 anos de idade.
A participação é GRATUITA mediante marcação prévia.
Aceita-se um número máximo de 40 participantes.

Informações e inscrições
Serviço de Públicos e Desenvolvimento Cultural
Direção da Cultura | T: 213 240 869/ 887/889 | culturasantacasa@scml.pt



O curso livre de HISTÓRIA DA ARTE – Pintura que o Serviço de Públicos e Desenvolvimento Cultural apresenta, tem por base a Coleção de Pintura da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e abrange a pintura dos séculos XV ao XX.

Três grandes núcleos constituem esta coleção: o jesuítico, corresponde ao período de chegada dos Jesuítas até ao abandono de São Roque por expulsão (1759), um conjunto de obras notáveis; o núcleo do Convento de São Pedro de Alcântara, de onde sobressai o grande quadro de Pierre Antoine Quillard, mas também pintura portuguesa de grande interesse como as telas de Pedro Alexandrino de Carvalho, Inácio de Oliveira Bernardes, ou de Bento Coelho da Silveira; e, finalmente, o núcleo da Misericórdia de Lisboa, que chega até aos nossos dias.

No decorrer das sessões, apresenta-se um vasto número de obras em que a grande maioria são de proveniência jesuítica.

Este Curso on-line está estruturado em três módulos e decorrerá à quarta-feira, às 18:30.

Cada sessão tem a duração de uma hora, seguida de vinte minutos de conversa e esclarecimento de dúvidas ou questões.

Destina-se a público adulto, com mais de 16 anos de idade.

Os interessados podem escolher os módulos em que se querem inscrever.
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
58,034,688
>