"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Teatro e Dança

The Show Must Go On, de Jérôme Bel, regressa a Portugal

Com simplicidade e um humor contagiante, Jérôme Bel disseca os mecanismos do espetáculo, colocando em palco vinte intérpretes, dezanove canções e um DJ, que vai passando hits musicais das últimas décadas.

16 Jun a19 Jun

Culturgest - Fundação CGD
Edifício-Sede da CGD - Rua Arco do Cego 1000-020


“Um crítico deu um murro noutro na estreia, em Paris. Os espectadores vaiaram, invadiram o palco e pediram o dinheiro de volta. Mas gargalhadas e risos felizes saudaram a peça no Dance Theatre Workshop, quando a companhia de Bel teve a sua estreia nos EUA.”

Jennifer Dunning, The New York Times, 2005

"The Show Must Go On é uma meditação sobre a sociedade contemporânea pós-capitalista - o verdadeiro "show" realista que continua intocável. De Jérôme Bel, a quem chamam o "enfant terrible" da dança europeia.”
Maria José Oliveira, Público, 2001

The Show Must Go On, uma criação do coreógrafo francês Jérôme Bel, regressa a Portugal, numa versão remontada com um elenco português, de 16 a 19 de junho, na Culturgest, em Lisboa.

No momento da sua estreia, em janeiro de 2001, gerou polémica na audiência do Théâtre de la Ville, em Paris, dividindo opositores ferozes e fãs entusiastas. Passado algum tempo passou a ser considerado um dos espetáculos mais bem-sucedidos da história da dança contemporânea.

The Show Must Go On estreou em Lisboa um ano depois da sua estreia mundial (no festival Danças na Cidade, 2002) e já foi apresentado em mais de 100 cidades em todo o mundo e galardoado com o conceituado Bessie Award, em Nova Iorque.

Com simplicidade e um humor contagiante, Jérôme Bel disseca os mecanismos do espetáculo, colocando em palco vinte intérpretes, dezanove canções e um DJ, que vai passando hits musicais das últimas décadas. Brincando com as convenções da dança e apostando num registo minimalista, Bel coloca o seu show radicalmente nas mãos da audiência.

Assemelhando-se a uma espécie de karaoke coreográfico, os intérpretes fazem exatamente o que lhes é dito nas letras das canções, alterando dessa forma a relação entre o que vemos e o que ouvimos, o que esperamos e o que recebemos, o que sentimos e o que percebemos.

Jérôme Bel não anda de avião por razões ecológicas e limita as suas deslocações internacionais ao mínimo, apresentando os seus espetáculos com elencos locais, sempre que possível, com intérpretes profissionais e amadores. É o caso de The Show Must Go On, que conta com a participação de André Araújo, Bárbara Faustino, Carlos Deusodeu, Celise Manuel, Diego Bragà, Dori Nigro, João dos Santos Martins, Juelce Beija Flor, Karen Sampaio, Marta Jardim, Nelson Gomes, Patrícia Sarmento, Sara Marques, Sara Venâncio, Sérgio Nogueira, Sofia Beça, Teresa Chaves, Thamiris Carvalho, Tó Maia e Zé Bernardino.

Há 20 anos, The Show Must Go On foi apresentado, no nosso país, no Porto, no Teatro Nacional São João, em dezembro de 2001 e, em Lisboa, no festival Danças na Cidade (atual Alkantara), em julho de 2002.

 

Em 2021, realiza-se em Lisboa, depois de passar pelo Rivoli - Teatro Municipal do Porto, nos dias 3 e 4 de junho, e pelo Teatro Viriato, em Viseu, no dia 29 de maio.

Os bilhetes custam entre 8€ (com descontos) e 16€ e estão à venda na Culturgest e na rede Ticketline.

Sobre Jérôme Bel

Jérôme Bel nasceu em 1964. Vive em Paris e trabalha no mundo inteiro. Ao entregar o palco a intérpretes não tradicionais (amadores, pessoas com deficiência física e mental, crianças), demonstra uma preferência pela comunidade de diferenças em relação ao grupo formatado e um desejo de dançar que se sobrepõe à coreografia, aplicando apropriadamente os métodos de um processo de emancipação por via da arte.

CONCEITO E DIREÇÃO Jérôme Bel

COM André Araújo, Bárbara Faustino, Carlos Deusodeu, Celise Manuel, Diego Bragà, Dori Nigro, João dos Santos Martins, Juelce Beija Flor, Karen Sampaio, Marta Jardim, Nelson Gomes, Patrícia Sarmento, Sara Marques, Sara Venâncio, Sérgio Nogueira, Sofia Beça, Teresa Chaves, Thamiris Carvalho, Tó Maia, Zé Bernardino

ASSISTENTES Frédéric Seguette, Olga de Soto

ASSISTENTE ENCENAÇÃO LOCAL Henrique Neves

DIRECÇÃO TÉCNICA Gilles Gentner

ACOMPANHAMENTO TÉCNICO E OPERAÇÃO DE MÚSICA EM PALCO Igor Pittella

PRODUÇÃO Théâtre de la Ville (Paris), Gasthuis (Amsterdam), Centre Chorégraphique National Montpellier Languedoc-Roussillon (Montpellier), Arteleku Gipuzkoako Foru Aldundia (San Sebastián), R.B. (Paris)

R.B. JÉRÔME BEL É APOIADO POR Direction régionale des affaires culturelles d'Île-de-France - Ministère de la Culture; Institut Français - Ministère des Affaires Etrangères; ONDA - Office National de Diffusion Artistique

R.B. JÉRÔME BEL conselho artístico e direção executiva: Rebecca Lasselin
administração: Sandro Grando

COAPRESENTAÇÃO Culturgest, Teatro Municipal do Porto, Teatro Viriato

The Show Must Go On é cofinanciado pelo Programa Europa Criativa da União Europeia no âmbito do Projeto Create to Connect, Create to Impact e tem o apoio do Institut Français.

Grande Auditório
16€ (descontos)
Duração 90 min
M/6

>> Mais informações

Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Passatempo

Ganhe convites para o filme "O FIM DA CARNE"

“O Fim da Carne” do realizador alemão Marc Pierschel é o filme do mês da Zero em Comportamento e neste passatempo pode habilitar-se a ganhar convites duplos. Participe!

Visitas
59,361,324
>