"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Teatro e Dança

Anita Escorre Branco

Esta é uma peça de 2018. Com tudo aquilo que esse ano implicou para Odete: a revolta com as artes performativas, as economias do olhar que a exotificavam, o uso da sua “suposta” identidade para fins perversos, os limites que o seu corpo começava a roçar.

6 Nov a7 Nov

São Luiz Teatro Municipal
Rua António Maria Cardoso, 38, 1200-027 Lisboa

sábado e domingo, 20h
Sala Bernardo Sassetti
Preço €7

“De manifestos a poemas, de histórias de espíritos a fogos inquisitoriais: tudo se começava a compor na minha cabeça. O meu corpo enquanto arquivo daquilo que desconhecia até então – o embodiment das minhas irmãs já não presentes por exemplo. ffffff, havia um vento que entrava pela janela do meu quarto nessa altura e me acariciava as coxas. Foi também nessa relação que a peça aconteceu. Engraçado como também já escrevi mil sinopses sobre isto e mesmo assim nenhuma consegue falar do que ela é – talvez porque a peça que fiz era a Odete de uma fase tão específica que de repente é-me impossível descrever tudo aquilo que eu era e passei. Que fique só claro que ela – eu – estávamos muito muito magoadas”, escreve.

+ info: https://www.teatrosaoluiz.pt
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
62,983,978
>