"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Exposições

"A Inocência em António Paulo Tomaz"

Esta exposição pretende homenagear Cruzeiro Seixas, cumprindo um desejo seu de destacar a obra de António Paulo Tomaz, guardada numa gaveta no seu quarto.

22 Out a26 Fev

Fundação Cupertino de Miranda
Praça D. Maria II, 4760-111 Vila Nova de Famalicão
Preço
Entrada livre

O Presidente do Conselho de Administração da Fundação Cupertino de Miranda, Pedro Álvares Ribeiro, e os comissários Marlene Oliveira e Perfecto E. Cuadrado, têm a honra de convidar para a inauguração da exposição “A inocência em António Paulo Tomaz” no dia 22 de outubro, sexta-feira, às 19h00, na Fundação Cupertino de Miranda, Vila Nova de Famalicão.

A exposição estará patente até dia 26 de fevereiro de 2022.

António Paulo Tomaz (Lousã,1928-2009), estofador de profissão, aproximou-se do surrealismo por influência de Cruzeiro Seixas e integrou a primeira exposição do grupo “Os Surrealistas”, em 1949, em Lisboa. Esta exposição, que juntou artistas como António Maria Lisboa, Cruzeiro Seixas, Fernando José Francisco ou Mário Cesariny, entre outros, serviu para definir públicamente a distância e uma espécie de rupture inaugurale em relação ao Grupo Surrealista de Lisboa.

Fruto da mais recente incorporação proveniente do legado deixado por Cruzeiro Seixas, foi possível reunir um conjunto de obras da autoria do homenageado que nunca tiveram a merecida oportunidade para se apresentarem e que assim propõe-se como um intento de “desocultação” – esperamos e desejamos que definitiva – da obra, da pessoa e da personagem de António Paulo Tomaz, o que, para todos os que trabalhamos no CPS, constitui mais uma estação no caminho marcado desde o início dos seus trabalhos de recuperação, preservação e divulgação das obras, dos autores e dos propósitos, melhor ou pior conseguidos, – mas sempre necessários e urgentes – da história da intervenção surrealista em Portugal: reabilitar o real quotidiano na direção de um novo real poético presidido pelo Amor, Liberdade e Poesia.
Agenda
Teatro e Dança

Feira de Outubro

AMAS - Auditório Municipal António Silva 27 Nov   |  21h00

Concertos

Maria Reis

Teatro Viriato 27 Nov   |  21h00

Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
62,831,715
>