"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Concertos

Dela Marmy apresenta ao vivo Captured Fantasy

Dela Marmy, projeto de Joana Sequeira Duarte, estreia-se ao vivo com “Captured Fantasy”, tour de apresentação do álbum homónimo; um momento muito desejado e motivo de sorriso largo, por, finalmente, se completar o ciclo natural que vai desde a edição do disco até ao momento em que é tocado ao vivo.

Foto de Alípio Padilha

4 Nov   |  22h30

Musicbox
Cais do Sodré, Rua Nova do Carvalho, n.º 24, 1200-292

19 Nov   |  22h30

Festival Siga

27 Nov   |  21h30

Auditório Arte e Cultura Luís Teixeira
R. Dr. Júlio do Carvalhal, Valpaços
Valpaços

4 Dez   |  22h30

Passos Manuel
Rua de Passos Manuel nº 137 (ao Coliseu), 4000-385 Porto

5 Dez   |  18h00

Salão Brazil
Largo do Poço, n.º 3 - 1º Andar, Coimbra


Neste processo efémero e, por vezes, transcendente, em que público e artista estão envolvidos, as canções registadas em álbum ganham um novo corpo, nova textura, vulnerabilidade e densidade. Um lugar em permanente surpresa, mutação e desconforto que alimentam, saudavelmente, a pesquisa artística. 

Captured Fantasy, o EP de 2020 produzido por Charlie Francis – e que conta com uma remistura de Sonic Boom para o tema “Old Human” –  é uma pequena viagem que nos pede tempo. Atento aos detalhes, às pequenas coisas, às pequenas histórias e sensações. Atento às margens. Que apetece fazer mergulhar e fazer pensar. Intimista e universal

Ao vivo, a Art Pop de Dela Marmy ocupa ambientes eletrónicos flutuantes entre guitarras quentes e sintetizadores ondulantes. 

O primeiro concerto acontece em Lisboa, no Musicbox (4 novembro), seguindo-se Faro, no Festival *SIGA* (19 novembro), Valpaços, no Auditório Arte e Cultura Luís Teixeira (27 novembro), Portono Passos Manuel (4 dezembro) e Coimbra, no Salão Brazil (5 dezembro).

 FICHA TÉCNICA 
Voz, sintetizadores.
 Joana Sequeira Duarte
Guitarra. Ana Albino
Baixo. Vasco Abreu
Bateria. Lito Pedreira 

Apoio. Fundação GDA 

Info Concertos
4 Nov Musicbox, Lisboa – 22h30 –
 venda de bilhetes online e no dia à porta
Bilheteira 
19 Nov Festival *SIGA*, Faro – 22h30 – venda de bilhetes onlinee à porta
Bilheteira 
27 Nov Auditório Arte e Cultura Luís Teixeira, Valpaços – 21h30 – venda de bilhetes no local
4 Dez Passos Manuel, Porto – 22h30 – venda de bilhetes onlinee no dia à porta
Bilheteira 
5 Dez Salão Brazil, Coimbra – 18h00 – venda de bilhetes onlinee no dia à porta
Bilheteira

BIOGRAFIA JOANA SEQUEIRA DUARTE
Joana Sequeira Duarte tem desenvolvido o seu trabalho artístico no cruzamento interdisciplinar entre a Música e Performance.

Estreou o seu projeto Dela Marmy (Art Pop/ Rock Alternativo) em 2019, com o EP homónimo co-produzido por Nuno Roque e João Hasselberg. No ano seguinte, apresentou Captured Fantasy, com produção de Charlie Francis. Ambos os registos são edições de autor da KPRecords*KillPerfection. O mais recente lançamento, “Old Human”, é fruto de uma colaboração com Peter Kember (Sonic Boom, Spacemen 3).

Participou no Festival da Canção de 2017 com a autoria da letra “My Paradise” para a composição de Toli César Machado (GNR) e interpretação de David Gomes.

Durante vários anos integrou a banda The Happy Mess (synths e voz), tendo participado na criação de dois álbuns e ao vivo em inúmeros concertos, em auditórios e festivais, em Portugal e no estrangeiro.

Estudou piano na Escola de Música Osnabrück (Vilarandelo/ Valpaços) e concluiu o 5º Grau de Piano e Formação Musical (Conservatório de Música do Porto). Formada em Dança pela Escola Superior de Dança do IPL e em Arquitectura pela Universidade do Minho, especializou-se em Performance e Coreografia no Programa de Estudo, Pesquisa e Criação Coreográfica do Fórum Dança (Lisboa).

Como coreógrafa e música, o seu trabalho performativo tem-se debruçado, fundamentalmente, nestas duas áreas artísticas - nunca perdendo de vista as artes plásticas e visuais – como são exemplo: o dueto em co-criação com Lucia di Pietro, Fantastic Moments of Understanding; a peça de grupo The Dross; o solo That soundddddd buuuuufffffff; e os diferentes telediscos de Dela Marmy.

Como performer, foi intérprete de Madalena Brak-Lamy em Into the Tranquility e Passion Fruits e participou em Oil Aint’ All, JR do Teatro Praga, Sub-Reptício – Corpo Clandestino de Vera Mantero, Ana Borralho, João Galante e Manual de Instruções de Victor Hugo Pontes.


Agenda
Ver mais eventos

Passatempos

Visitas
63,955,402
>