"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Conferências

"Altri Venti - Ostro" de Bruna Esposito

Apresentação do projeto Altri Venti - Ostro di Bruna Esposito, vencedores da IX edição do Italian Council 2020, programa de promoção internacional da arte italiana da Direzione Generale Creatività Contemporanea do Ministério da Cultura italiano.

16 Mai   |  18h30

Carpintarias de São Lázaro
Rua de São Lázaro, 72, 1150-199 Lisboa
Preço
Entrada livre

A artista Bruna Esposito conversa com Giulia Lamoni, investigadora e curadora independente (Instituto de História da Arte - Universidade Nova de Lisboa) e com Giovanbattista Tusa, filósofo e investigador em Ecologias Contemporâneas (Instituto de Filosofia - Universidade Nova de Lisboa).

Intervêm Fernando Belo, diretor das Carpintarias de São Lázaro e Stefano Scaramuzzino, diretor do Instituto Italiano de Cultura de Lisboa.

Ostro é a primeira de mais variações sobre o tema que evoca os ventos quentes do Mediterrâneo: libeccio, siroco, grecale.

A instalação é constituída por um gazebo realizado com materiais naturais, como postes de bambu e cordas, um lugar hospitaleiro e habitado pelo ar movido pelas pás de um ventilador alimentado por energia fotovoltaica, bem como pela presença de hélices navais, elemento recorrente nas obras de Esposito.

Bruna Esposito nasceu em 1960 em Roma, cidade onde vive e trabalha. Viveu em Nova Iorque onde estudou dança aérea com Batya Zamir. Em 1984 é seleccionada pelo Independent Studio Program do Whitney Museum of American Art de Nova Iorque.

Nas suas obras estão presentes elementos materiais e sensoriais como o olfato e a audição. As obras são realizadas prevalentemente com materiais e técnicas simples. Realiza desenhos, fotografias e collage, esculturas, vídeo, instalações, performance, ações e projetos site-specific.

Em 1999 recebe o Leão de Ouro na Bienal de Veneza pelo Pavilhão Italiano dAPPERTutto com outras artistas italianas, e o prémio Italian Studio Program PS1 em Nova Iorque; em 2000 o Prémio pela jovem arte italiana, Centro nazionale per le Arti Contemporanee em Roma.

Participou em bienais internacionais: XIII Bienal de Havana, Cuba (2019); XIII Bienal Internacional de Cuenca, Equador (2016); Prospect 1, New Orleans, Usa (2008); Quadriennale di Roma, Itália (1996 – 2008 – 2020/21); Bienal de Venezia, Itália (1999 – 2005), entre outras.

Algumas exposições pessoais: MIA, Cold Spring, New York, USA; Bienalsur, Buenos Aires, Argentina (2020-21); Fiori nel mare, Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, Portugal (2018); Bruna Esposito. e così sia…, MAXXI Museo Nazionale delle Arti del XXI secolo, Roma, Itália (2018); Bruna Esposito. Fiori nel mare, Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, Portugal; Bruna Esposito. e così sia…, MAXXI Museo Nazionale delle Arti del XXI secolo, Roma, Itália (2018); Tulipano Nero, Z33 Hasselt, Bélgica (2004); Madre Patria, Castel Sant'Elmo, Nápoles, Itália (2002); Bruna Esposito, Museo d'Arte Contemporanea del Castello di Rivoli, Itália (2002).

Algumas exposições coletivas: Intuition, Palazzo Fortuny, Veneza, Itália (2017); The Raft. Art is (not) Lonely, Mu.Zee, Ostende, Bélgica (2017); L’altro sguardo. Fotografe italiane 1965-2015, Trienal de Milão, Itália (2016); Lallazioni. Bruna Esposito e Annie Ratti, Auditorium Parco della musica, Roma, Itália (2015).

Evento organizado pelo Instituto Italiano de Cultura de Lisbona, em colaboração com Associazione Culturale Mantellate - STUDIO STEFANIA MISCETTI e as Carpintarias de São Lázaro.

O projeto é realizado em colaboração com vários parceiros: Magazzino Italian Art, Nova Iorque (EUA), UNTREF, Buenos Aires (Argentina), Instituto Italiano de Cultura de Lisboa (Portugal), Centro per l'arte Contemporanea Luigi Pecci, Prato (Itália); e com a colaboração de Tools for Culture.
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
67,739,310