"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Exposições

FLAD apresenta obras da sua Coleção nos Açores

A exposição Festa. Fúria. Femina – Obras da Coleção FLAD apresenta a coleção de arte contemporânea da FLAD ao público açoriano pela primeira vez.

20 Mai a4 Set

Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas
Rua Adolfo Coutinho de Medeiros s/n, Ribeira Grande

Depois da exposição inédita em Lisboa, o Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas recebe 146 obras de 66 artistas, maioritariamente portugueses de várias gerações, entre os dias 20 de maio e 4 de setembro.

A exposição Festa.Fúria.Femina. – Obras da coleção FLAD é constituída quase exclusivamente por obras de artistas portugueses e assinalou, em Lisboa, os 35 anos da Fundação. Segue agora para os Açores, pela primeira vez, com 146 obras selecionadas pelos curadores António Pinto Ribeiro e Sandra Vieira Jürgens, a partir de mais de 1000 que integram a coleção.

A exposição – uma coprodução entre a FLAD e o Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas – parte do vasto acervo, iniciado em 1986, constituído maioritariamente por desenho e integra também pintura, fotografia e escultura. São obras que estabelecem diálogos e tensões, convocando enquadramentos sócio-históricos diversos e que representam a cena artística portuguesa desde a década de 80, assim como uma geração de artistas que preza a interdisciplinaridade.

Três eixos emergem da Coleção e dão nome a esta exposição. Festa.Fúria.Femina. dialogam e geram ideários: celebram a coleção, evocam a dimensão de performatividade inerente às práticas artísticas contemporâneas e destacam a dimensão feminina, exigindo um renovado olhar sobre a história de arte que tanto escamoteou as artistas.

O final de 2019 e o ano de 2020 marcam o retomar das aquisições de obras pela FLAD e a catalogação e tratamento da sua Coleção de Arte Contemporânea, criando uma base de dados em colaboração com a empresa Sistemas do Futuro. Em exibição figuram mais de 25 destas obras recentemente adquiridas, que se enquadram no conceito de transversalidade que a exposição pretende mostrar.

Conheça AQUI os artistas representados na exposição
Conheça AQUI os curadores da exposição

Programação paralela
A exposição será a âncora para uma programação cultural alargada que a FLAD e o Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas irão desenvolver ao longo de quatro meses na Ilha de São Miguel, com o objetivo de promover a arte e a cultura na região.

Esta programação incluirá visitas-guiadas e visitas-oficina para alunos de todos os ciclos de ensino da ilha de São Miguel; workshops de desenho com artistas de renome, aulas abertas com os curadores da exposição – António Pinto Ribeiro e Sandra Vieira Jürgens -; uma escola de verão para alunos do ensino secundário e ensino superior, tendo sido criadas, para esta escola, bolsas destinadas a alunos de outras ilhas dos Açores.

A exposição Festa. Fúria.Femina. é uma coprodução FLAD e Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas.
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
67,739,937