"É de Cultura como instrumento para a felicidade, como arma para o civismo, como via para o entendimento dos povos que vos quero falar"

Bem Estar

MAR Shopping Matosinhos recebe em maio rastreio a doenças do foro psicológico

A agenda de rastreios manter-se-á ao longo do ano 2022 e os interessados encontram-na disponível e sempre atualizada no website dos centros MAR Shopping – www.marshopping.com.

28 Mai a29 Mai

MAR Shopping Matosinhos
Avenida Doutor Óscar Lopes, 4450-337 Matosinhos
Preço
Entrada livre

Em maio, o MAR Shopping Matosinhos recebe uma ação de deteção de sinais que possam indiciar problemas do foro psicológico, como ansiedade, depressão, burnout, stress e fadiga pandémica. Os centros comerciais MAR Shopping continuam a disponibilizar todos os meses rastreios de saúde e relaxamento gratuitos com o objetivo de sensibilizar as comunidades em que estão inseridos para a importância da deteção precoce de indicadores de saúde que careçam de acompanhamento médico, bem como aconselhar para boas práticas em matérias de saúde e bem-estar.

As ações de sensibilização de maio terão lugar no último fim de semana do mês, dias 28 e 29 de maio, entre as 11h00 e as 19h00. No MAR Shopping Matosinhos, os visitantes poderão aceder à iniciativa no piso -1 (junto à Re-food). O acesso funcionará por ordem de chegada. Os visitantes poderão ter acesso à agenda detalhada dos dois centros no seu website oficial.

O MAR Shopping Matosinhos recebe o O2a, Centro de Terapia e Desenvolvimento, que desenvolverá um rastreio a eventuais doenças do foro psicológico, como ansiedade, depressão, burnout, stress e fadiga pandémica, numa altura em que a pandemia denunciou o agravamento da prevalência de doenças mentais na população. Um estudo internacional publicado em outubro do ano passado pela revista científica “The Lancet” estima que a pandemia terá provocado mais de 53 milhões de perturbações depressivas e 76 milhões de casos de ansiedade, afetando sobretudo mulheres e jovens. Números que se somam aos casos já existentes e até àqueles que nunca chegam a ser diagnosticadas.

Em toda a Europa, só a Irlanda do Norte tem maior prevalência de doenças psiquiátricas que Portugal, onde mais de um quinto das pessoas estão diagnosticadas com perturbações deste tipo.
Agenda
Ver mais eventos
Visitas
67,708,202